Exportar registro bibliográfico

Influência de aditivos redutores e compensadores de retração em argamassas e pastas com cimento de escória ativada (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: MELO NETO, ANTONIO ACÁCIO DE - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PCC
  • Subjects: CIMENTO; ESCÓRIA; ALTOS FORNOS
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo desta tese foi o estudo da influência do aditivo redutor de retração (SRA) e o aditivo compensador de retração (SCA) em argamassas e pastas de cimento de escória ativada com silicato de sódio. A metodologia foi centrada na análise da retração por secagem e autógena, com o estudo de outras características que influenciam no fenômeno da retração, como as propriedades mecânicas. Para o avanço no conhecimento do efeito dos aditivos no comportamento do cimento de escória, foi caracterizada a microestrutura com a determinação da análise por termogravimetria, porosimetria e difração de raios X. Neste estudo foram empregados os seguintes teores de aditivo, porcentagem relativa à massa de aglomerante: 0,5%, 1%, 1,5% e 2% do aditivo SRA e 5%, 10% e 15% do aditivo SCA. Para a análise da influência da relação a/agl foram empregadas três teores: 0,40, 0,48 e 0,56. No estudo das amostras de referência, sem a utilização de aditivo, observou-se que o aumento da relação a/agl causa o aumento da retração por secagem e da retração autógena do cimento de escória ativada. A diminuição da resistência mecânica com o aumento da relação a/agl, o que torna o esqueleto sólido mais susceptível à deformações, e o aumento das tensões capilares, em razão do aumento da quantidade de água livre para ser evaporada, são os principais fatores para o aumento da retração por secagem. No caso da retração autógena, seu aumento é atribuído ao aumento da auto-secagem com o aumento do volumede poros com diâmetro na faixa de mesoporos, além da diminuição da resistência mecânica. O aditivo redutor de retração (SRA) conseguiu reduzir a retração por secagem em percentuais de 40% até 74% aos 28 dias, no entanto, este tipo de aditivo não obteve êxito no combate a retração autógena. ) Com relação à resistência mecânica, o aditivo SRA causou a redução de até 40%, efeito atribuído à diminuição do grau de hidratação e retardo do refinamento da porosidade. O aditivo compensador de retração (SCA) amenizou a retração por secagem e a retração autógena, reduzindo em até 64% e 70%, respectivamente, porém reduziu em até 60% a resistência mecânica do cimento de escória ativada. Com relação à microestrutura, o aditivo SCA diminuiu o grau de hidratação e aumentou a porosidade total, com o aumento da proporção do volume de macroporos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.12.2007
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MELO NETO, Antônio Acacio de; CINCOTTO, Maria Alba. Influência de aditivos redutores e compensadores de retração em argamassas e pastas com cimento de escória ativada. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3146/tde-28032008-174009/ >.
    • APA

      Melo Neto, A. A. de, & Cincotto, M. A. (2007). Influência de aditivos redutores e compensadores de retração em argamassas e pastas com cimento de escória ativada. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3146/tde-28032008-174009/
    • NLM

      Melo Neto AA de, Cincotto MA. Influência de aditivos redutores e compensadores de retração em argamassas e pastas com cimento de escória ativada [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3146/tde-28032008-174009/
    • Vancouver

      Melo Neto AA de, Cincotto MA. Influência de aditivos redutores e compensadores de retração em argamassas e pastas com cimento de escória ativada [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3146/tde-28032008-174009/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020