Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Avaliação da relação entre o polimorfismo C677T no gene para MTHFR e a concentração plasmática de homocisteína na doença arterial coronariana (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated author: SANTOS, JOSE ERNESTO DOS - FMRP
  • School: FMRP
  • DOI: 10.1590/s0004-27302006000600012
  • Subjects: ARTERIOSCLEROSE CORONÁRIA; POLIMORFISMO
  • Language: Português
  • Abstract: OBJETIVO: O objetivo deste trabalho é determinar a prevalência do polimorfismo C677T do gene metilenotetraidrofolato redutase (MTHFR) e associá-la com a concentração plasmática de homocisteína plasmática na doença arterial coronariana (DAC). MÉTODOS: Foram avaliados 93 pacientes com DAC documentada, atendidos no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Recife, PE, Brasil), e 108 controles sem a doença. Foram determinados os perfis lipídicos de pacientes e controles. As concentrações plasmáticas de homocisteína e folato foram determinadas por HPLC e quimioluminescência, respectivamente. A genotipagem foi realizada por RFLP/PCR. RESULTADOS: Os grupos de pacientes e controles foram homogêneos quanto aos perfis genéticos do polimorfismo investigado. Nos pacientes, as concentrações plasmáticas médias de homocisteina (11,7 ‘+ OU -‘ 4,4 ‘mü’mol/L) e de folato (6,22 ‘+ OU -‘ 3,0 ng/dL) foram estatisticamente diferentes daquelas observadas nos controles (8,84 ‘+ OU -‘ 3,2 ‘mü’mol/L e 7,69 ‘+ OU -‘ 3,1 ng/dL, respectivamente), ao nível de significância de 0,05. Entretanto, não houve correlação entre concentração plasmática de homocisteína e folato nos pacientes (r= -0,202). Não foi observada associação entre a homozigosidade 677TT para MTHFR e a concentração plasmática de homocisteína sérica (p= 0,634). A comparação dos casos e controles que apresentaram simultaneamente alta concentração plasmática de homocisteína e baixa concentração de folato, resultounuma razão de chance superior à de cada variável analisada independentemente (RC= 11,9; IC 95%= 4,16-34,42, p< 0,01). CONCLUSÕES: A mutação C677T não parece ser um fator genético importante capaz de explicar a hiperhomocisteinemia moderada observada nos pacientes com DAC. Outros fatores, ambientais e genéticos, devem ser investigados
  • Imprenta:
  • Source:
  • Versão PublicadaDOI
    Informações sobre o DOI: 10.1590/s0004-27302006000600012 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo NÃO é de acesso aberto

    Download do texto completo

    Tipo Nome Link
    Versão Publicada001589688.pdfDirect link
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MUNIZ, Maria Tereza C. et al. Avaliação da relação entre o polimorfismo C677T no gene para MTHFR e a concentração plasmática de homocisteína na doença arterial coronariana. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia e Metabologia, v. 50, n. 6, p. 1059-1065, 2006Tradução . . Disponível em: https://repositorio.usp.br/directbitstream/6a085478-48c0-4242-bfe3-528280f6ed2b/001589688.pdf. Acesso em: 26 set. 2022.
    • APA

      Muniz, M. T. C., Siqueira, E. R. F., Fonseca, R. A., D'Almeida, V., Hotta, J. K., Santos, J. E. dos, et al. (2006). Avaliação da relação entre o polimorfismo C677T no gene para MTHFR e a concentração plasmática de homocisteína na doença arterial coronariana. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia e Metabologia, 50( 6), 1059-1065. doi:10.1590/s0004-27302006000600012
    • NLM

      Muniz MTC, Siqueira ERF, Fonseca RA, D'Almeida V, Hotta JK, Santos JE dos, Cavalcanti M do SM, Sampaio CAM. Avaliação da relação entre o polimorfismo C677T no gene para MTHFR e a concentração plasmática de homocisteína na doença arterial coronariana [Internet]. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia e Metabologia. 2006 ; 50( 6): 1059-1065.[citado 2022 set. 26 ] Available from: https://repositorio.usp.br/directbitstream/6a085478-48c0-4242-bfe3-528280f6ed2b/001589688.pdf
    • Vancouver

      Muniz MTC, Siqueira ERF, Fonseca RA, D'Almeida V, Hotta JK, Santos JE dos, Cavalcanti M do SM, Sampaio CAM. Avaliação da relação entre o polimorfismo C677T no gene para MTHFR e a concentração plasmática de homocisteína na doença arterial coronariana [Internet]. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia e Metabologia. 2006 ; 50( 6): 1059-1065.[citado 2022 set. 26 ] Available from: https://repositorio.usp.br/directbitstream/6a085478-48c0-4242-bfe3-528280f6ed2b/001589688.pdf


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022