Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Rádio, ficção e realidade: repensando "A guerra dos mundos" de Orson Welles (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PIETRAROIA, FABIO LACERDA SOARES - ECA
  • Unidades: ECA
  • Sigla do Departamento: CCA
  • Subjects: RÁDIO (ASPECTOS SOCIAIS); PROGRAMA DE RÁDIO; IMAGINÁRIO; RADIOTEATRO
  • Language: Português
  • Abstract: Esta pesquisa busca dar sua contribuição para uma melhor compreensão dos motivos pelos quais cerca de um milhão de pessoas entraram em pânico, nos Estados Unidos, em 1938, durante a transmissão de "A Guerra dos Mundos" - uma peça de radioteatro, adaptada pela equipe de Orson Welles, que simulava a invasão de marcianos à Terra. Diferentemente da maioria dos estudos anteriores, este não está centrado nem nas características do programa radiofônico em questão, nem no perfil de sua audiência. Embora não menosprezamos tais fatores, nosso foco principal recai sobre a construção de sentido que emerge da relação dialógica estabelecida pela interação entre ambos. Ao longo de toda a pesquisa, mantivemos um compromisso rígido com a contextualização histórica de "A Guerra dos Mundos" em seus vários aspetos, incluindo: o papel do rádio e as formas como o mesmo era utilizado na década de 1930; os contextos em que romance de ficção científica original foi escrito por H.G. Wells, e em que sua adaptação para o rádio foi produzida; os conhecimentos sobre Marte produzidos pela astronomia; o imaginário popular acerca do fim do mundo, etc. Partimos de um método híbrido e inédito que combina elementos das ciências humanas (sobretudo da filosofia marxista da linguagem) com as descobertas recentes da neurobiologia humana no que concerne à formação e à evocação da memória. Descobrimos que uma grande conjunção de fatores concorre para explicar por que tantos ouvintes confundiram aficção e a realidade, rendendo-se ao pânico. Mas, entre eles, destacamos o fato de ter sido construída uma "memória coletiva do futuro" sobre Marte e seus supostos habitantes a qual previa a possibilidade de uma invasão extraterrestre em nosso planeta, o que dotava o programa de rádio de um caráter particularmente realista no contexto histórico e social em que foi veiculado. Finalmente, argumentamos que continuam dadas as pré-condições para que fenômenos midiáticos similares ao que significou "A Guerra dos Mundos", voltem a ocorrer, no presente ou no futuro, trapaceando o senso de real idade das pessoas e induzindo-as novamente a confundirem a ficção e a realidade.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.04.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PIETRAROIA, Fabio Lacerda Soares; MOTTER, Maria Lourdes. Rádio, ficção e realidade: repensando "A guerra dos mundos" de Orson Welles. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Pietraroia, F. L. S., & Motter, M. L. (2004). Rádio, ficção e realidade: repensando "A guerra dos mundos" de Orson Welles. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Pietraroia FLS, Motter ML. Rádio, ficção e realidade: repensando "A guerra dos mundos" de Orson Welles. 2004 ;
    • Vancouver

      Pietraroia FLS, Motter ML. Rádio, ficção e realidade: repensando "A guerra dos mundos" de Orson Welles. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019