Exportar registro bibliográfico

Expressão do fator de crescimento insulina simile-I (IGF-I) nas células da granulosa luteinizadas de mulheres normais e com síndrome dos ovários policísticos (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated author: RIGHETTO JUNIOR, GERSON - FMRP
  • School: FMRP
  • Sigla do Departamento: RGO
  • Subjects: DOENÇAS DOS OVÁRIOS; EXPRESSÃO GÊNICA; GINECOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: Os IGFs (Fatores de Crescimento Insulina-símile) são indispensáveis para uma adequada função ovariana. Entretanto, os mecanismos pelos quais o sistema IGF exerce controle sobre o ovário ainda não foram totalmente elucidados. O presente estudo tem como objetivo avaliar a expressão gênica do IGF-I nas células da granulosa luteinizadas de mulheres normais e com SOP, submetidas a hiperestimulação ovariana controlada para procedimentos de fertilização in vitro. Este estudo incluiu 17 pacientes com SOP (grupo de estudo) e 12 pacientes com história de ciclos menstruais ovulatórios (Controle) participantes do Programa de Fertilização Assistida do Hospital das Clínicas da FMRP da Universidade de São Paulo. As pacientes do grupo controle tinham como diagnóstico de infertilidade, o fator tubário ou fator masculino. A programação da Fertilização Assistida ocorreu segundo o protocolo do serviço, sendo realizado bloqueio hipofisário com análogos do GnRH e após isso iniciado a indução da ovulação com esquema GnRHa/FSH/HCG. No dia da captação dos oócitos, as células da granulosa foram obtidas do fluído folicular por meio da punção guiada por ultra-som trans-vaginal e processadas por técnica previamente testada. Posteriormente, foram cultivadas por 48 h. Na conclusão do período de incubação, o meio de cultura foi coletado e estocado a -20°C para posterior dosagens de estradiol, progesterona, testosterona, androstenediona e de IGF-I. Para a realização de estudo molecular, asplacas de cultivo foram cuidadosamente embaladas e congeladas a -70°C, para posterior extração e análise do RNA. A seguir foi realizada a extração do RNA total de cada amostra e analisado pelo método da RT-PCR. Os níveis de estradiol e progesterona, avaliados no meio de cultura das células da granulosa, demonstraram que as células estavam vivas e funcionantes, não diferindo entre os dois grupos. Os níveis de testosterona e androstenediona, no meio de .. cultivo, não mostraram diferenças significativas. Os níveis de IGF-I plasmático e no fluído folicular foram semelhantes nas pacientes anovulatórias com SOP e em pacientes com ciclos ovulatórios. O IGF-I foi expresso nas células da granulosa luteinizadas de mulheres submetidas a indução de ovulação com FSH, tanto no. grupo SOP como no grupo controle, sugerindo uma produção local do IGF-I pelas células da granulosa, assim como um efeito autócrino e parácrino a este nível
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.09.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RIGHETTO JÚNIOR, Gerson; REIS, Rosana Maria dos. Expressão do fator de crescimento insulina simile-I (IGF-I) nas células da granulosa luteinizadas de mulheres normais e com síndrome dos ovários policísticos. 2003.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2003.
    • APA

      Righetto Júnior, G., & Reis, R. M. dos. (2003). Expressão do fator de crescimento insulina simile-I (IGF-I) nas células da granulosa luteinizadas de mulheres normais e com síndrome dos ovários policísticos. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Righetto Júnior G, Reis RM dos. Expressão do fator de crescimento insulina simile-I (IGF-I) nas células da granulosa luteinizadas de mulheres normais e com síndrome dos ovários policísticos. 2003 ;
    • Vancouver

      Righetto Júnior G, Reis RM dos. Expressão do fator de crescimento insulina simile-I (IGF-I) nas células da granulosa luteinizadas de mulheres normais e com síndrome dos ovários policísticos. 2003 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020