Exportar registro bibliográfico

Envelhecimento funcional e capacidade para o trabalho em servidores forenses (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: BELLUSCI, SILVIA MEIRELLES - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HSA
  • Subjects: ENVELHECIMENTO; AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE DE TRABALHO; CONDIÇÕES DE TRABALHO; QUALIDADE DE VIDA; ENGENHARIA HUMANA
  • Language: Português
  • Abstract: Com o gradual envelhecimento das populações de trabalhadores, torna-se ainda mais importante detectar alterações na saúde para evitar o envelhecimento funcional precoce. A auto-avaliação da capacidade para otrabalho, através de instrumento padronizado e validado, é um procedimento complementar aos exames médicos periódicos e admissionais. Informa a perda de capacidade para o trabalho, podendo ser utilizada como subsídio para ações que irão manter e melhorar a saúde dos trabalhadores. O principal objetivo deste estudo foi o de avaliar o índice de Capacidade para o Trabalho (ICT) e variáveis associadas. Este estudo foi conduzido em dois momentos, 1997 e 2001, em funcionários do TRF, em São Paulo, Capital. As principais variáveis demográficas associadas à perda da capacidade de trabalho foram: gênero, faixa etária tempo deserviço, estado conjugal e hábito de fumar. As doenças e lesões referidas pelos trabalhadores que tiveram diagnóstico médico e que contribuíram para a perda de capacidade para o trabalho foram: ósteo-musculares,infecções repetidas do trato respiratório, sinusite crônica, distúrbio emocional leve, gastrite e ou irritação duodenal e obesidade. As análises ergonômicas do trabalho indicaram que os Analistas e) Técnicos Judiciários estavam submetidos principalmente a exigências de caráter cognitivo. Os Auxiliares Judiciários estavam expostos a exigências físicas e cognitivas. Os principais fatores organizacionais e psicossociais referidos pelosparticipantes do ano de 2001 como responsáveis pelo desgaste no trabalho, foram: dificuldade de relacionamento interpessoal, falta de perspectiva de ascensão profissional, exigências excessivas da quantidade e qualidade do trabalho, uso de premiação de forma injusta e vários fatores relacionados à falta de controle no trabalho, entre outros. Na busca de soluções para a melhoria da qualidade de vida no trabalho devem ser abordados elementos relacionados à organização e fatores psicossociais do trabalho, comumente excluídos do leque de ações em Saúde no Trabalho.As intervenções devem ser precedidas por ampla participação dos funcionários. Isto permitirá alcançar o consenso e comprometimento nas ações necessárias à prevenção da perda precoce da capacidade para otrabalho, permitindo a continuidade do trabalho na vida ativa e saudável. (AU)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.05.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BELLUSCI, Silvia Meirelles; FISCHER, Frida Marina. Envelhecimento funcional e capacidade para o trabalho em servidores forenses. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Bellusci, S. M., & Fischer, F. M. (2003). Envelhecimento funcional e capacidade para o trabalho em servidores forenses. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Bellusci SM, Fischer FM. Envelhecimento funcional e capacidade para o trabalho em servidores forenses. 2003 ;
    • Vancouver

      Bellusci SM, Fischer FM. Envelhecimento funcional e capacidade para o trabalho em servidores forenses. 2003 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021