Exportar registro bibliográfico

Isolamento e caracterização de enzimas extracelulares e de parede celular do fungo Penicillium janczewskii Zaleski crescido em diferentes fontes de carbono (2002)

  • Authors:
  • Autor USP: PESSONI, ROSEMEIRE APARECIDA BOM - IB
  • Unidade: IB
  • Sigla do Departamento: BIB
  • Assunto: FUNGOS
  • Language: Português
  • Abstract: O cultivo de Penicillium janczewskii em meio líquido contendo sacarose ou inulina como fonte de carbono induz a secreção de diferentes formas de 'beta'-frutofuranosidases (inverase ou inulinase). As enzimas purificadas do filtrado do meio de cultura desse fungo são termoestáveis, com temperatura ótima ao redor de '60 GRAUS'C e pH entre 4,0 e 5,5. A massa molecular estimada para essas enzimas foi de 80 kDa e a atividade hidrolítica foi analisada utilizando diferentes substratos. A invertase foi mais ativa sobre sacarose ou sobre os oligossacarídeos "Neosugar" ou oligofrutanos de Polymnia sonchifolia. A atividade menor foi detectada quando se utilizam os polímeros maiores, como as inulinas de Vernonia herbacea e de Viguiera discolor e o levano de Gomphrena macrocephala. As inulinases não liberaram oligofrutanos a partir de inulina, indicando que apresentam primariamente atividade exo-hidrolítica. Essas enzimas foram utilizadas para a preparação de concentrados de frutose a partir da hidrólise da inulina de Vernonia herbacea e a ação desses concentrados no nível de glicose plasmática foi analisada em ratos Sprigue Dowley diabéticos induzidos com estreptozotocina. Dentre os animais diabéticos tratados não foi verificada mortalidade e em todos os tempos analisados houve redução significativa (p<1% no teste de Tukey) dos níveis de glicose plasmática quando comparados aos controles. A considerável produçã de inulina em Vernonia herbacea (até 80% da massaseca), a alta atividade inulinásica de Penicillium janczewskii, produzindo concentrados de frutose de alta pureza e a ausência de mortalidade dos animais tratados demonstram que a frutose obtida pela hidrólise enzimática da inulina de V.herbacea pode ser uma alternativa viável para a produção comercial de frutose. Embora a manutenção de P. janczewskii em meio contendo inulina induzida a secreção de proteínas com alta atividade inulinásica, resulta em um micélio frágil, que se colapsa e rompe facilmente. As taxas de crescimento desse fungo em emio contendo sacarose ou inulina como fontes de carbono foram similares, não sendo detectadas diferenças no conteúdo de proteínas e no conteúdo e composição dos carboidratos das paredes celulares isoladas de culturas crescidas nesses dois substratos. A glucose foi o principal monossacarídeo neutro, presente nos hidrolisados dessas paredes, seguida de galactose. A análise da ultraestrutura das hifas, utilizando microscopia eletrônica de varredura revelou que as hifas do fungo crescido em meio contendo inulina mostrara-se mais finas do que as cultivadas sobre sacrose. Microscopia eletrônica de trasmissão das culturas com 5 dias de idade indicou diferença significativa na espessura da parede celular, sendo 384 nm e 800 nm para as hifas crescidas em meios contendo inulina e sacarose, respectivamente. Também foi verificada a presença de corpúsculos de Woronin nas hifas de P. janczewskii crescidos emsacarose ou inulina como substrato. Nenhuma diferença significativa foi observada no número, localização, tamamno e forma dos corpúsculos de Woronin ou no nível de fechamento dos poros presentes nas hifas do fungo cultivado nas duas fontes de carbono. Nossos dados indicam que a presença dos corpúsculos de Woronin em P. janczewskii poderia não estar associada co hifas mais facilmente injuriadas, embora a função dessas organelas no fechamento dos poros tenha sido confirmada
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.08.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PESSONI, Rosemeire Aparecida Bom; RIBEIRO, Rita de Cássia Leone Figueiredo. Isolamento e caracterização de enzimas extracelulares e de parede celular do fungo Penicillium janczewskii Zaleski crescido em diferentes fontes de carbono. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Pessoni, R. A. B., & Ribeiro, R. de C. L. F. (2002). Isolamento e caracterização de enzimas extracelulares e de parede celular do fungo Penicillium janczewskii Zaleski crescido em diferentes fontes de carbono. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Pessoni RAB, Ribeiro R de CLF. Isolamento e caracterização de enzimas extracelulares e de parede celular do fungo Penicillium janczewskii Zaleski crescido em diferentes fontes de carbono. 2002 ;
    • Vancouver

      Pessoni RAB, Ribeiro R de CLF. Isolamento e caracterização de enzimas extracelulares e de parede celular do fungo Penicillium janczewskii Zaleski crescido em diferentes fontes de carbono. 2002 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021