Exportar registro bibliográfico

A estrutura e microvascularização da placenta de cutia (Dasyprocta aguti, CARLETON, M.D. 1984) (2002)

  • Authors:
  • Autor USP: RODRIGUES, ROSANGELA FELIPE - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCI
  • Subjects: PLACENTA; CUTIAS; MICROSCOPIA
  • Language: Português
  • Abstract: A cutia é um roedor silvestre encontrado no sul da América Central e em regiões tropicais da América do Sul, principalmente nas regiões norte, nordeste e sudeste do Brasil. Estes animais fornecem proteína de origem animal e por isso, apresentam importância sócio-econômica para as regiões do norte e nordeste do Brasil. Para o presente trabalho foi utilizado 10 placentas de cutias (Dasyprocta aguti), em diferentes fases de gestação. Os aspectos morfológicos foram macroscopicamente descritos e também abordados sob a microscopia de luz, os aspectos vasculares foram elucidados pela microscopia eletrônica de varredura. A placenta apresenta uma forma esférica e estrutura lobada estando conecta ao útero através da mesoplacenta. Do ponto de vista microscópico, esta placenta é constituída por lóbulos que são delimitados pelo interlóbulo. O lóbulo apresenta duas regiões: uma central e o labirinto, de natureza hemocorial. No centro do lóbulo, pode-se identificar a artéria materna e a veia fetal. O interlóbulo é formado por trabéculas de sinciciotrofoblasto e contém a artéria fetal e a veia materna. O labirinto está constituído por capilares fetais e lacunas maternas delimitadas por sinciciotrofoblasto colunar que estão dispostos paralelamente entre si e radialmente do centro do lóbulo para a periferia. O fluxo sangüíneo fetal flui do interlóbulo para o centro do lóbulo, ou seja, centripetamente, enquanto que o materno flui centrifugamente. No labirinto, os resultadosmicroscópicos e microvasculares sugerem um modelo de fluxo sangüíneo do tipo contracorrente. Considerando a natureza hemocorial, labiríntica e o fluxo placentário acrescido da proporção entre peso da placenta e peso do feto acreditamos que esta espécie apresenta uma placenta com alto grau de eficiência
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.04.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RODRIGUES, Rosângela Felipe; MACHADO, Márcia Rita Fernandes; MIGLINO, Maria Angélica. A estrutura e microvascularização da placenta de cutia (Dasyprocta aguti, CARLETON, M.D. 1984). 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Rodrigues, R. F., Machado, M. R. F., & Miglino, M. A. (2002). A estrutura e microvascularização da placenta de cutia (Dasyprocta aguti, CARLETON, M.D. 1984). Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Rodrigues RF, Machado MRF, Miglino MA. A estrutura e microvascularização da placenta de cutia (Dasyprocta aguti, CARLETON, M.D. 1984). 2002 ;
    • Vancouver

      Rodrigues RF, Machado MRF, Miglino MA. A estrutura e microvascularização da placenta de cutia (Dasyprocta aguti, CARLETON, M.D. 1984). 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021