Exportar registro bibliográfico

Avaliação enzimática do envelhecimento durante o crescimento de brotações de Eucalyptus spp. "in vitro" (2001)

  • Authors:
  • Autor USP: GOUVEA, CANTIDIO FERNANDO - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LCF
  • Subjects: SILVICULTURA; NUTRIÇÃO VEGETAL; ELETROFORESE EM GEL
  • Language: Português
  • Abstract: O gênero Eucalyptus é de grande importância para a silvicultura brasileira, principalmente as espécies Eucalyptus grandis e Eucalyptus urophylla e seus híbridos, que são plantados em extensas áreas e sob diferentes condições edafoclimáticas. Programas de melhoramento genético têm selecionado materiais superiores que são propagados vegetativamente, sendo a cultura de tecidos uma das técnicas de propagação utilizadas. O cultivo "in vitro" do eucalipto permite promover o seu rejuvenescimento, maximizar a sua propagação, e possibilita o estudo dos fenômenos fisiológicos relacionados à ontogenia, heterocronia e necessidades nutricionais. Assim, pesquisas sobre regulação gênica e sobre as atividades de enzimas ligadas a passos metabólicos essenciais são importantes para o processo produtivo. O presente trabalho teve por objetivo monitorar a variação do número de formas alélicas e das atividades de enzimas ligadas ao envelhecimento durante um ciclo de crescimento de brotações de Eucalyptus spp "in vitro". Dez clones foram estudados por um período de 55 dias, numa única subcultura, com amostras coletadas a cada 7 dias, utilizando-se um delineamento experimental inteiramente casualizado. A eletroforese de isoenzimas utilizada no estudo foi realizada em gel de amido a 13% (p/v), sendo avaliadas as seguintes isoenzimas: fosfatase ácida, peroxidase, glucose-6-fosfato desidrogenase, 6-fosfogluconato desidrogenase, leucina aminopeptidase, malatodesidrogenase, isocitrato desidrogenase, xiquimato desidrogenase e fosfoglucose isomerase. Os géis foram digitalizados após coloração e analisados posteriormente, sendo avaliado o número e densidade das bandas em cada amostra. As curvas de crescimento dos clones e os tempos de máximo acúmulo de matéria seca foram determinados para o monitoramento do crescimento dos clones. Estes resultados mostraram um padrão diferenciado de crescimento entre os clones e uma variação no acúmulo de ) matéria seca. As atividades enzimáticas medidas pela densitometria de bandas, mostrou grande amplitude durante o crescimento, mas não foi observada variação quanto ao número de bandas, exceto para a enzima peroxidase
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.05.2001
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GOUVÊA, Cantídio Fernando; GONÇALVES, Antônio Natal. Avaliação enzimática do envelhecimento durante o crescimento de brotações de Eucalyptus spp. "in vitro". 2001.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2001. Disponível em: < https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11142/tde-20191108-122826/ >.
    • APA

      Gouvêa, C. F., & Gonçalves, A. N. (2001). Avaliação enzimática do envelhecimento durante o crescimento de brotações de Eucalyptus spp. "in vitro". Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11142/tde-20191108-122826/
    • NLM

      Gouvêa CF, Gonçalves AN. Avaliação enzimática do envelhecimento durante o crescimento de brotações de Eucalyptus spp. "in vitro" [Internet]. 2001 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11142/tde-20191108-122826/
    • Vancouver

      Gouvêa CF, Gonçalves AN. Avaliação enzimática do envelhecimento durante o crescimento de brotações de Eucalyptus spp. "in vitro" [Internet]. 2001 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11142/tde-20191108-122826/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021