Exportar registro bibliográfico

Stress na academia: um estudo com professores de Rondônia (2000)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MATOS, LUIS ALBERTO LOURENÇO DE - IP
  • Unidades: IP
  • Sigla do Departamento: PSA
  • Subjects: ESTRESSE; SAÚDE OCUPACIONAL; ENFRENTAMENTO
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo investiga as fontes de stress que incidem no ambiente acadêmico universitário da Universidade Federal de Rondônia - UNIR, o grau de intensidade sentido, os problemas de saúde existentes, a sua freqüência e as estratégias de copingutilizadas pelos docentes. Os sujeitos são 87 professores que responderam ao inventário baseado no Faculty Stress Index de Gmelch e colaboradores. Analisa os dados coletados por meio do software Microsoft Excel. Os resultados indicam um valorligeiramente acima da média de stress, com a seguinte distribuição das fontes de stress ocupacional (ordem decrescente): compensação/reconhecimento, relacionamento com os colegas, identidade profissional, atividades burocráticas e desempenhodocente. A presença de níveis de stress mais intensos nos fatores compensação/reconhecimento e relacionamento com os colegas parece refletir o atual momento pelo qual passa a categoria dos professores públicos federais, no tocante aos aspectossalariais e à existência de desgaste nas relações entre os professores no ambiente acadêmico investigado. Observa-se mais stress nos docentes dos seguintes grupos@ dedicação parcial, separados, do sexo feminino, portadores de título deespecialização e nos que estão cursando mestrado. Os problemas de saúde mais freqüentes são os osteomusculares, dermatológicos e de sobrecarga nervosa, servindo, tal resultado, como sinal de alerta para possíveis danos físicos e/ou psíquicosmaisgraves. Constata-se a existência de associação positiva entre o grau de stress sentido e os problemas de saúde apresentados pelos docentes. As estratégias de coping mais utilizadas estão relacionadas com as que buscam evitar lidardiretamente com o problema. O estudo conclui que há a presença de fatores estressantes no ambiente acadêmico, um indicativo de que nem tudo está no trabalho docente universitário, com possíveis reflexos negativos para realização de uma educaçãode boa qualidade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.04.2000

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MATOS, Luis Alberto Lourenço de; ALBERTINI, Paulo. Stress na academia: um estudo com professores de Rondônia. 2000.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.
    • APA

      Matos, L. A. L. de, & Albertini, P. (2000). Stress na academia: um estudo com professores de Rondônia. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Matos LAL de, Albertini P. Stress na academia: um estudo com professores de Rondônia. 2000 ;
    • Vancouver

      Matos LAL de, Albertini P. Stress na academia: um estudo com professores de Rondônia. 2000 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020