Exportar registro bibliográfico

Efeitos do treinamento e da manutenção de exercícios de baixa a moderada intensidade em idosos sedentários saudáveis (1998)

  • Authors:
  • Autor USP: CAROMANO, FÁTIMA APARECIDA - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSE
  • Subjects: IDOSOS; PSICOLOGIA EXPERIMENTAL
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo visou investigar os defeitos de programas de treinamento físico em idosos saudáveis previamente sedentários, identificando ainda fatores que contribuem para a manutenção ou o abandono da prática de exercícios físicos. Para tanto, foram desenvolvidos e testados dois programas de exercícios de baixa intensidade (exercícios gerais e caminhada); e foram desenvolvidos e testados protocolos de avaliação, classificação e evolução do desempenho músculo-esquelético, neuromotor e cardiopulmonar, assim como do nível de atividade física em pessoas idosas. O estudo foi desenvolvido no Laboratório de Saúde e Comportamento do Instituto de Psicologia e no Centro de Docência e Pesquisa em Fisioterapia da Faculdade de Medicinada USP, com 30 idosos (12 homens e 18 mulheres), com idade média de 68,6 anos, ativos na comunidade, livres de disfunções (cardiopulmonar, neurológica ou muscular) ou de doenças crônicas que afetassem a habilidade de exercitar-se. Após uma série de testes de avaliação do desempenho físico (pré-teste), os participantes foram distribuídos por sorteio em três grupos homogêneos de dez integrantes cada: o grupo A seguiu um programa de exercícios gerais, o grupo B um programa de caminhadas, e o C foi grupo-controle. Os participantes dos grupos A e B seguiram os treinamentos por quatro meses, duas vezes por semana, sessões de uma hora de caminhada ou exercícios físicos gerais (de respiração, alongamento, postura, equilíbrio, força muscular eresistência cardiovascular), atingindo entre 40% e 70% da freqüência cardíaca máxima estimada. No final dos treinamentos, os participantes dos três grupos submeteram-se a nova avaliação de desempenho físico (pós-teste imediato), utilizando o mesmo protocolo do pré-teste. Um ano após o final dos treinamentos, os participantes dos grupos A e B foram convocados para nova reavaliação (pós-teste tardio). Dos 20 participantes, 18 compareceram à reavaliação do... ) desempenho físico e responderam a uma entrevista, que investigou a manutenção da prática de atividade física no ano decorrido. Ambos os treinamentos produziram melhora no desempenho físico. O treinamento de exercícios gerais foi mais eficiente em aumentar a flexibilidade, postura, força muscular dos membros superiores e desempenho manual, enquanto que o treinamento de caminhadas produziu melhora mais intensa na marcha, força muscular dos membros inferiores, equilíbrio, pressão inspiratória máxima e desempenho cardiocirculatório. A composição corporal manteve-se estável, apesar dos treinamentos. Sete dos nove participantes que treinaram exercícios gerais, avaliados no pós-teste tardio, revelaram ter mantido rotinas de atividade física. No grupo que participou de caminhadas, oito dos dez participantes mantiveram as rotinas. A manutenção aumentou ou preservou, e o abandono piorou, o desempenho físico avaliado nos testes. Os participantes que mantiveram a atividade física associaram sua práticacom melhora física e prevenção de doenças, alegando estas como razões para sua manutenção, tendo mesmo se referido aos exercícios como "indispensáveis". Esse estudo demonstrou que os programas propostos, de baixa a moderada intensidade, melhoraram o desempenho físico das pessoas idosas e sua manutenção promoveu melhora ou preservação do desempenho. O treinamento, organizado com a preocupação de fornecer informações e orientações básicas sobre a atividade física, ensinando a detectar melhoras no desempenho motor e buscando adaptar-se às necessidades e limitações dos idosos, parece ter grandes chances de modificar seu comportamento quanto à prática de exercícios
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.12.1998

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CAROMANO, Fátima Aparecida; KERBAUY, Rachel Rodrigues. Efeitos do treinamento e da manutenção de exercícios de baixa a moderada intensidade em idosos sedentários saudáveis. 1998.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1998.
    • APA

      Caromano, F. A., & Kerbauy, R. R. (1998). Efeitos do treinamento e da manutenção de exercícios de baixa a moderada intensidade em idosos sedentários saudáveis. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Caromano FA, Kerbauy RR. Efeitos do treinamento e da manutenção de exercícios de baixa a moderada intensidade em idosos sedentários saudáveis. 1998 ;
    • Vancouver

      Caromano FA, Kerbauy RR. Efeitos do treinamento e da manutenção de exercícios de baixa a moderada intensidade em idosos sedentários saudáveis. 1998 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021