Exportar registro bibliográfico

Especificação de um modelo de dados bitemporal orientado a objetos (1998)

  • Authors:
  • Autor USP: SOUZA, SOLANGE NICE ALVES DE - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PCS
  • Assunto: ENGENHARIA ELÉTRICA
  • Language: Português
  • Abstract: Há um crescente número de aplicações que tem como requisito a manipulação da natureza temporal da informação. Um sistema gerenciador de banco de dados capaz de gerenciar o aspecto da variação da informação no tempo, retira o ônus dessa gerência das aplicações, preservando a consistência segundo regras temporais. Neste trabalho, propõe-se um modelo de dados bitemporal e baseado na extensão de um modelo de objetos [46] com estruturas de dados temporais para armazenamento de valores de atributos variantes no tempo. Objetos temporais são associados a quatro marcas de tempo, tempo de transação inicial (TTi), tempo de transação final (TTf), tempo válido inicial (TVi) e tempo válido final (TVf). Objetos temporais podem apresentar atributos variantes no tempo, os quais são representados por estruturas especiais denominadas atributo simples temporal (AST) ou atributo complexo temporal (ACT). A todos ASTs ou ACTs são associados quatro marcas de tempo: tti - tempo de transação inicial, ttf - tempo de transação final, tvi - tempo válido inicial e tvf - tempo válido final. No modelo proposto, existem dois diferentes contextos: o da gerência e o de aplicação. No primeiro, o tempo de transação é gerado pelo sistema e associado a cada transação submetida ao sistema; sua granularidade de tempo corresponde a do "chronon" (menor unidade de tempo). Esse contexto é acessível apenas ao sistema gerenciamento de banco de dados temporal e aoadministrador do banco de dados. No segundo, o tempo válido é gerado pelo usuário e gerenciado pelo sistema gerenciador de banco de dados temporal como um serviço. O comportamento de objetos temporais no tempo depende das alterações nas operações de inclusão, atualização e remoção de objetos. Regras de dependência temporal, que atuam sobre as marcas de tempo de objetos e seus atributos temporais, são especificados para definir como tais operações devem produzir efeitos no banco de dados. Tais ) regras visam a manutenção da consistência temporal do modelo. Essas regras originam um conjunto de algoritmos que mostram como estas operações atuam sobre objetos temporais. A álgebra relacional foi estendida e incluindo-se dois operadores, "unnest" e "nest", usados para normalizar as classes temporais, possibilitando dessa forma, o emprego das operações da álgebra relacional convencional. Apresenta-se também a linguagem "Structure Query Language Temporal" que consiste na extensão da SQL padrão. Finalmente é apresentado um estudo de caso para exemplificar e validar o modelo proposto.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.10.1998

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Solange Nice Alves de; CAMPOS, Edit Grassiani Lino de. Especificação de um modelo de dados bitemporal orientado a objetos. 1998.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1998.
    • APA

      Souza, S. N. A. de, & Campos, E. G. L. de. (1998). Especificação de um modelo de dados bitemporal orientado a objetos. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Souza SNA de, Campos EGL de. Especificação de um modelo de dados bitemporal orientado a objetos. 1998 ;
    • Vancouver

      Souza SNA de, Campos EGL de. Especificação de um modelo de dados bitemporal orientado a objetos. 1998 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021