Exportar registro bibliográfico

Consórcio modular e condomínio industrial: elementos para análise de novas configurações produtivas na indústria automobilística (1998)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: DIAS, ANA VALÉRIA CARNEIRO - EP
  • Unidades: EP
  • Sigla do Departamento: PRO
  • Subjects: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste trabalho é analisar dois novos arranjos produtivos encontrados na indústria automobilística brasileira - o consórcio modular e o condomínio industrial. Essas novas configurações envolvem novas formas de relacionamento entremontadoras e fornecedores; no condomínio industrial, fornecedores de primeiro nível constróem instalações próximas às plantas da montadora, em alguns casos no mesmo terreno, de onde partem entregas de componentes ou subconjuntos em esquema just in time ou just in time sequenciado. No consórcio modular, os fornecedores de primeiro nível e a montadora operam sob um mesmo edifício, e toda a montagem do veículo é realizada pelos fornecedores - ou "parceiros". A montadora não possui mão-de-obra direta e os investimentos são compartilhados. Discutimos, nesse trabalho, os "comos e porquês" de tais arranjos: qual a lógica que leva ao surgimento dos consórcios e condomínios; que produtos e empresas fornecedoras são escolhidos como participantes; que vantagens e desvantagens podem ser obtidas para montadoras e fornecedores. Como pano de fundo, mostramos as políticas globais de escolha de fornecedores adotadas pelas montadoras nos anos 90 - o global e o follow sourcing. Como conclusão geral temos que tais arranjos são frutos de uma lógica de diminuição de custos via melhoria na cadeia de suprimentos; que em geral, com os condomínios e consórcios as montadoras podem obter muitas vantagens de curto prazo, enquanto asmaiores vantagens para os fornecedores serão alcançadas em prazos mais longos: que a questão do poder das montadoras na cadeia produtiva é central, porque elas coordenam toda a formação dos arranjos, definindo quem e como participa; e que, devido às características intrínsecas a tais configurações, cada vez mais os fornecimentos diretos são restritos a empresas multinacionais, deslocando as empresas nacionais a posições mais afastadas do topo da cadeia produtiva
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.12.1998
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DIAS, Ana Valéria Carneiro; SALERNO, Mario. Consórcio modular e condomínio industrial: elementos para análise de novas configurações produtivas na indústria automobilística. 1998.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1998. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3136/tde-26082008-152248/ >.
    • APA

      Dias, A. V. C., & Salerno, M. (1998). Consórcio modular e condomínio industrial: elementos para análise de novas configurações produtivas na indústria automobilística. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3136/tde-26082008-152248/
    • NLM

      Dias AVC, Salerno M. Consórcio modular e condomínio industrial: elementos para análise de novas configurações produtivas na indústria automobilística [Internet]. 1998 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3136/tde-26082008-152248/
    • Vancouver

      Dias AVC, Salerno M. Consórcio modular e condomínio industrial: elementos para análise de novas configurações produtivas na indústria automobilística [Internet]. 1998 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3136/tde-26082008-152248/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020