Exportar registro bibliográfico

Investigação qualitativa e morfométrica do nervo vago em ratos espontaneamente hipertensos: alterações segundo a evolução da idade e da hipertensão (2018)

  • Autores:
  • Autor USP: SILVA, LETÍCIA OLIVEIRA NERI DA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RNP
  • Assuntos: HIPERTENSÃO; NERVO VAGO; MORFOMETRIA; MORFOLOGIA (ANATOMIA)
  • Palavras-chave do autor: Morfologia e morfometria; SHR; WKY; Hypertension; Morphology and morphometry; Vacant Nevus
  • Idioma: Português
  • Resumo: O nervo vago (X nervo craniano) está formado por fibras motoras somáticas e viscerais e por fibras sensitivas e possui um trajeto e distribuição mais extensos do que qualquer outro nervo craniano. Nos seres humanos, o nervo vago tem sua origem craniana pelo forame jugular e possui dois gânglios no seu trajeto: o gânglio superior e o gânglio inferior. Em ratos, o nervo vago emerge pelo forame lacerado posterior, apresenta o gânglio nodoso e se estende posteriormente, em frente a coluna vertebral, por todo o pescoço, tórax até o abdome. Na literatura são escassos informações sobre as diferenças morfométricas e morfológicas dos nervos vagos em ratos normotensos (WKY) e ratos espontaneamente hipertensos (SHR). O objetivo do presente estudo foi comparar os aspectos morfológicos e morfométricos dos diferentes segmentos e lados do nervo vago de ratos das linhagens WKY e SHR, machos e fêmeas. Os animais (n =4 em cada grupo) foram pesados, anestesiados e sua pressão arterial aferida. Após o preparo com técnicas histológicas convencionais, secções transversais dos segmentos proximal e distal foram obtidas para análise de microscopia de luz e através de um sistema de imagem computacional. O peso corporal dos animais mais velhos acompanhou o crescimento, sendo maior nos machos do que nas fêmeas. Não foram observadas diferenças estatísticas na morfologia e morfometria entre os lados e segmentos tanto em fêmeas como machos. Quando comparados os animais entre as idades foi possível gerar alterações na área fascicular, número de fibras, diâmetro mínimo da fibra, área da bainha, área da fibra e do axônio
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.03.2018
  • Acesso à fonte
    Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Letícia Oliveira Neri da; FAZAN, Valéria Paula Sassoli. Investigação qualitativa e morfométrica do nervo vago em ratos espontaneamente hipertensos: alterações segundo a evolução da idade e da hipertensão. 2018.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17140/tde-17102018-111304/ >.
    • APA

      Silva, L. O. N. da, & Fazan, V. P. S. (2018). Investigação qualitativa e morfométrica do nervo vago em ratos espontaneamente hipertensos: alterações segundo a evolução da idade e da hipertensão. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17140/tde-17102018-111304/
    • NLM

      Silva LON da, Fazan VPS. Investigação qualitativa e morfométrica do nervo vago em ratos espontaneamente hipertensos: alterações segundo a evolução da idade e da hipertensão [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17140/tde-17102018-111304/
    • Vancouver

      Silva LON da, Fazan VPS. Investigação qualitativa e morfométrica do nervo vago em ratos espontaneamente hipertensos: alterações segundo a evolução da idade e da hipertensão [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17140/tde-17102018-111304/


Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021