Exportar registro bibliográfico

Suicídio por contágio e a comunicação midiática (2018)

  • Autores:
  • Autor USP: HWANG, ESTHER - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSA
  • Assuntos: SUICÍDIO; MEIOS DE COMUNICAÇÃO; JORNALISMO; PREVENÇÃO DO SUICÍDIO
  • Palavras-chave do autor: Suicide by contagion; Suicídio por contágio
  • Idioma: Português
  • Resumo: O suicídio é um fenômeno complexo, multifatorial e não decorre de uma causa única. A mídia desempenha um papel significativo para determinar percepções do público sobre o tema visto que influencia atitudes, crenças, visão de mundo, potencializa comportamentos, gerando impactos na sociedade. Essa pesquisa de natureza qualitativa teve como objetivo compreender como a mídia aborda o suicídio e a possibilidade de influenciar o seu contágio. Foram realizadas entrevistas abertas com cinco jornalistas que atuam na cidade de São Paulo, com o intuito de investigar como o suicídio é noticiado nos meios de comunicação. As unidades de significado foram extraídas tendo como base o método fenomenológico proposto por Moustakas (1994). A análise das entrevistas apontou três categorias temáticas principais: 1) Dos medos e das incertezas diante do contágio aos questionamentos sobre o papel da mídia nos suicídios; 2) As percepções e as posturas dos jornalistas quanto à publicação de suicídios na mídia; 3) Os desafios do jornalismo atual: imediatismo, pressão e sofrimento psíquico. A presente investigação mostrou que os jornalistas contestaram o risco de contágio, mas também apontaram a possível influência midiática nesse processo, sendo que reportagens sobre suicídios têm influência positiva ou negativa dependendo da abordagem e dos temas incluídos. Destacam-se as dificuldades enfrentadas pelos jornalistas: rapidez na publicação, busca por audiência, imediatismo e pressão sofrida no trabalho,que têm como consequência a publicação de reportagens menos reflexivas e mais informativas. Essa pesquisa pode contribuir com reflexões acerca da publicação do suicídio e compreender o papel dos meios de comunicação para fomentar a conscientização pública, acreditando que uma reportagem bem elaborada sobre o tema pode colaborar com a prevenção do suicídio e evitar o efeito do contágio por meio da mídia
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.03.2018
  • Acesso à fonte
    Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      HWANG, Esther; KOVACS, Maria Julia. Suicídio por contágio e a comunicação midiática. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-16052018-193038/ >.
    • APA

      Hwang, E., & Kovacs, M. J. (2018). Suicídio por contágio e a comunicação midiática. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-16052018-193038/
    • NLM

      Hwang E, Kovacs MJ. Suicídio por contágio e a comunicação midiática [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-16052018-193038/
    • Vancouver

      Hwang E, Kovacs MJ. Suicídio por contágio e a comunicação midiática [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-16052018-193038/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2020