Exportar registro bibliográfico

Liberdade ou estado de exceção?: o direito em Kant, Schmitt e Benjamin (2017)

  • Autores:
  • Autor USP: ANDRADE, WALTER PEDROZO PARENTE DE - FD
  • Unidade: FD
  • Sigla do Departamento: DFD
  • Assuntos: FILOSOFIA MODERNA; ESTADO DE EMERGÊNCIA; LIBERDADE; TOTALITARISMO; ESTADO DE DIREITO
  • Idioma: Português
  • Resumo: A presente tese aborda a concepção do direito e temáticas afins em Immanuel Kant (filósofo alemão, 1724-1804), Carl Schmitt (jurista alemão, 1888-1985) e Walter Benjamin (crítico alemão, 1892-1940). Investigando o diálogo crítico estabelecido entre Schmitt e Benjamin a propósito do conceito de estado de exceção – tema esse que vem sendo objeto de muitas e importantes contribuições teóricas nos últimos anos –, evidencia a importância da recepção crítica do pensamento kantiano por parte desses dois autores para a elaboração mesma de suas respectivas, e divergentes, teorizações sobre a exceção. O pensamento de Kant, notadamente a sua filosofia prática, constituiria, assim, um pano de fundo essencial do intercâmbio e da polêmica teórica havidos entre esses dois clássicos do séc. XX. Para demonstrá-lo, esta pesquisa reconstrói a obra dos três autores, naquilo em que se debruçaram sobre o tema do direito e níveis afins, que tocam à política, à história e à teologia, focando-se em alguns temas e conceitos, nos quais, segundo creio, a articulação entre os seus pensamentos torna-se particularmente perceptível, quais sejam os de norma (“Lei”), decisão, soberania, origem, milagre, relacionados todos estes, direta ou indiretamente, à problemática do estado de exceção, que ocupou a Schmitt e Benjamin. Conforme fundamentado aqui, a ênfase do primeiro no tema da “decisão”, bem como a do segundo no da “indecidibilidade”, dando base ou encaminhando as respectivas reflexões sobre a exceção, constituem respostas precisas às vertentes normativistas da epistemologia jurídica, concepções essas que, para ambos, têm em Kant uma referência central, donde a necessidade, para os dois contemporâneos do século passado, de remissões críticas, ora expressas, ora implícitas, à filosofia prática de Kant em passagens fundamentais de suas próprias elaborações teóricas, e em passos que, ademais, dizemrespeito diretamente à relação e ao dissenso teórico estabelecido entre ambos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.07.2017

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ANDRADE, Walter Pedrozo Parente de; MASCARO, Alysson Leandro Barbate. Liberdade ou estado de exceção?: o direito em Kant, Schmitt e Benjamin. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.
    • APA

      Andrade, W. P. P. de, & Mascaro, A. L. B. (2017). Liberdade ou estado de exceção?: o direito em Kant, Schmitt e Benjamin. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Andrade WPP de, Mascaro ALB. Liberdade ou estado de exceção?: o direito em Kant, Schmitt e Benjamin. 2017 ;
    • Vancouver

      Andrade WPP de, Mascaro ALB. Liberdade ou estado de exceção?: o direito em Kant, Schmitt e Benjamin. 2017 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021