Exportar registro bibliográfico

Algoritmo genético aplicado à formulação de ração para frangos de corte (2017)

  • Autores:
  • Autor USP: COSTA, ROGÉRIO RODRIGUES LACERDA - FZEA
  • Unidade: FZEA
  • Sigla do Departamento: ZAZ
  • Assuntos: AVICULTURA; COMPUTAÇÃO EVOLUTIVA; PROGRAMAÇÃO LINEAR; ALGORITMOS GENÉTICOS; RAÇÃO; FRANGOS DE CORTE
  • Idioma: Português
  • Resumo: Este projeto teve por objetivo a implementação de software para formulação de ração de frangos de corte utilizando Algoritmo Genético (AG). A geração da população inicial foi direcionada, impedindo a geração de indivíduos que possuíam características restritivas. Realizou-se três experimentos, sendo o primeiro para definição do tamanho da população, número de gerações e método de seleção de pais, o segundo para comparar a formulação de ração do AG com a do Simplex e o terceiro para verificar a variabilidade de resultados do AG. O experimento 1 foi realizado em delineamento inteiramente ao acaso, com tratamentos arranjados em esquema fatorial 2 x 5 x 19, sendo os fatores: métodos de seleção de pais (roleta e torneio de três), tamanho de população (200, 360, 500, 1.000 e 1.500 indivíduos) e número de geração (10, 20, 30, 40, 50, 60, 70, 80, 90, 100, 200, 300, 400, 500, 600, 700, 800, 900 e 1.000), totalizando 190 tratamentos, com 20 repetições resultando em 3.800 observações. A cada observação registrou-se o fitness que foi submetido a análise de variância e quando significativa (P<0,05) aplicou-se o teste de Scott-Knott (5%). No experimento 2 foram formuladas três rações, sendo uma ração pelo método Simplex e duas pelo AG. As rações formuladas com AG utilizaram os parâmetros de tamanho de população, método de seleção de pais e número de gerações definidos no experimento 1. Os resultados obtidos pelo AG proporcionaram rações que apresentam uma diferença média no atendimentodas necessidades nutricionais de 0,34% para a ração formulada pelo método roleta e de 0,16% pelo método torneio de três, sendo essas diferenças pequenas e que provavelmente não impactam sobre o desempenho animal e sobre as características de carcaça. A variação de resultados existente no AG, devido a sua característica heurística, foi testada no experimento 3 por intermédio de 100 execuções para cada método de seleção de pais, roleta e torneio de três, utilizando os mesmos parâmetros de tamanho de população e número de gerações das rações formuladas no experimento 2. Os resultados obtidos demonstram baixa dispersão nos dados. Conclui-se que o AG é uma estratégia de otimização eficiente para formulação de rações para frangos de corte, pois aproxima-se do atendimento exato da exigência nutricional, com variação pequena, e com mínimo custo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.08.2017
  • Acesso à fonte
    Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COSTA, Rogério Rodrigues Lacerda; FARIA FILHO, Daniel Emygdio de. Algoritmo genético aplicado à formulação de ração para frangos de corte. 2017.Universidade de São Paulo, Pirassununga, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/74/74131/tde-23112017-134715/ >.
    • APA

      Costa, R. R. L., & Faria Filho, D. E. de. (2017). Algoritmo genético aplicado à formulação de ração para frangos de corte. Universidade de São Paulo, Pirassununga. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/74/74131/tde-23112017-134715/
    • NLM

      Costa RRL, Faria Filho DE de. Algoritmo genético aplicado à formulação de ração para frangos de corte [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/74/74131/tde-23112017-134715/
    • Vancouver

      Costa RRL, Faria Filho DE de. Algoritmo genético aplicado à formulação de ração para frangos de corte [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/74/74131/tde-23112017-134715/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2020