Exportar registro bibliográfico

Arquiteturas pedagógicas inovadoras nos mestrados profissionais em Administração (2016)

  • Autores:
  • Autor USP: BITTENCOURT, JOãO PAULO - FEA
  • Unidade: FEA
  • Sigla do Departamento: EAD
  • Assuntos: APRENDIZAGEM; MESTRADO PROFISSIONAL; ENSINO E APRENDIZAGEM; DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL
  • Palavras-chave do autor: Learning; Professional development; Professional master; Teaching and learning
  • Idioma: Português
  • Resumo: Os Mestrados Profissionais em Administração (MPAs) foram criados como respostas ao desafio de aproximar a realidade contemporânea e a pesquisa acadêmica, assim como para possibilitar a expansão da pós-graduação brasileira por meio do autofinanciamento dos cursos. Como uma modalidade relativamente recente no país, representam oportunidades de renovação e instigam discussões sobre seus objetivos, identidade e resultados. Entre os aspectos que podem ser renovados na área de ensino em Administração por meio dos MPs está o modelo de ensino e aprendizagem. Esse trabalho teve o objetivo de analisar o uso das Arquiteturas Pedagógicas Inovadoras nos MPAs no Brasil, seu estado atual, particularidades, potencialidades e desafios. A Arquitetura Pedagógica (AP) é constituída por quatro elementos: a) aspectos organizacionais, b) aspectos de conteúdo, c) aspectos metodológicos, e d) aspectos tecnológicos (Behar, 2009; 2011). O referencial teórico foi orientado a propor o conceito das Arquiteturas Pedagógicas Inovadoras (APIs), que ocorrem quando a configuração da AP propicia e instiga a aprendizagem ativa (Anthony, 1996; Bonwell & Eison, 1991; Koohang, 2012; Loeb, 2014; Michael, 2006; Niemi, 2002; Sawyer, 2011), a aprendizagem significativa (Ausubel, 2000; Hay, 2007; Huang, Chiu, Liu, & Chen, 2011; Novak & Cañas, 2010; Novak, 2002; Saiia, Macy, & Boyd, 2008) e a aprendizagem colaborativa (Fischer, Bruhn, Gräsel, & Mandl, 2002; Grau & Whitebread, 2012; Jang, 2015; Kreijns, Kirschner, &Jochems, 2003; Nussbaum, Alvarez, McFarlane, Gomez, Claro, & Radovic, 2009; Sawyer & DeZutter, 2009; Strijbos & Fischer, 2007). A metodologia teve abordagem qualitativa e foi dividida em duas etapas: na primeira, foram entrevistados 12 especialistas em MPAs, a fim de identificar inovações nos modelos de ensino e aprendizagem desses programas. A segunda etapa selecionou quatro casos para aprofundamento, tendo como unidade de análise a Arquitetura Pedagógica das disciplinas. Foram realizadas ao todo 34 entrevistas, em um total de 1.704 minutos, que foram transcritos e analisados, assim como os 40 documentos ligados aos casos estudados. A análise dos dados foi baseada no modelo de análise de dados qualitativos de Miles, Huberman, & Saldaña (2014), uma vez que esse modelo permite a condensação, visualização, elaboração e verificação de conclusões, valorizando a riqueza dos dados. Os resultados permitiram a proposição de um modelo teórico e de tipologia para as APIs, baseados no continuum de cada dimensão: Aprendizagem Passiva e Ativa; Aprendizagem Mecânica e Significativa; e Aprendizagem Independente e Colaborativa. As configurações encontradas nos casos estudados foram: Caso 1 (ASC+, o que significa que a AP daquele caso promoveu aprendizagem ativa, significativa e colaborativa com altos índices); Caso 2 (ASC, ativa, significativa e colaborativa); Caso 3 (SC, promoveu aprendizagem significativa e colaborativa, mas obteve índice zero na dimensão de aprendizagem ativa/passiva);e Caso 4 (PSC, pois promoveu aprendizagem passiva, significativa e colaborativa). A análise das Arquiteturas Pedagógicas Inovadoras nos casos estudados permitiu validar e complementar o modelo teórico proposto. A visão das APIs permite que cada professor ou grupo de professores encontrem a sua maneira de promover aprendizagem ativa, significativa e colaborativa, mas exige clareza de propósito, esforços por uma relação coerente entre os aspectos da arquitetura e conhecimento dos educadores sobre os métodos de aprendizagem aplicados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.04.2016
  • Acesso à fonte
    Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BITTENCOURT, João Paulo; ALBUQUERQUE, Lindolfo Galvao de. Arquiteturas pedagógicas inovadoras nos mestrados profissionais em Administração. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-27042016-121119/ >.
    • APA

      Bittencourt, J. P., & Albuquerque, L. G. de. (2016). Arquiteturas pedagógicas inovadoras nos mestrados profissionais em Administração. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-27042016-121119/
    • NLM

      Bittencourt JP, Albuquerque LG de. Arquiteturas pedagógicas inovadoras nos mestrados profissionais em Administração [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-27042016-121119/
    • Vancouver

      Bittencourt JP, Albuquerque LG de. Arquiteturas pedagógicas inovadoras nos mestrados profissionais em Administração [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-27042016-121119/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021