Exportar registro bibliográfico

Amarelo da ameixeira: Modelo de colonização do hospedeiro por um fitoplasma associado à doença (2016)

  • Autores:
  • Autor USP: GALVÃO, SARAH RODRIGUES - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LFN
  • Assuntos: AMEIXA; DOENÇAS DE PLANTAS; FITOPLASMAS; MOLLICUTES
  • Idioma: Português
  • Resumo: A cultura da ameixeira vem despertando a atenção de produtores brasileiros, pois oferece alta rentabilidade, possibilita a prática da agricultura familiar, emprega mão de obra, recebe incentivos de programas oficiais e conta com um mercado altamente promissor. No entanto, a cultura ainda necessita de cultivares com melhor adaptação climática, qualidade de frutos e resistência às doenças. Atualmente, dentre as doenças, o "amarelo das fruteiras de caroço", associada a um fitoplasma, vem causando sérios problemas. Em 2013, em pomares comercias de ameixeira (Prunus salicina), instalados em Paranapanema (SP), foram observadas plantas portadoras de sintomas tipicamente induzidos por fitoplasmas, caracterizados por superbrotamento de ramos, redução no comprimento de entrenós, além de amarelecimento, deformação e redução do tamanho de folhas. Nestas plantas foi identificado um fitoplasma pertencente ao grupo 16SrI-B (Candidatus Phytoplasma asteris). Visando aumentar os conhecimentos sobre este patossistema, o objetivo desse trabalho foi estudar a dinâmica da colonização de plantas comerciais de ameixa infectadas pelo fitoplasma. Para isso, em dois pomares, amostras da parte aérea e raiz de plantas sintomáticas, pertencentes às variedades Gulfblaze e Azteca, foram coletadas mensalmente, durante um ano. O DNA total foi extraído e submetido ao PCR em tempo real para quantificar o fitoplasma nos tecidos do hospedeiro. Nessas reações foram utilizados os iniciadores universaisUniRNAForward/UniRNAReverse. O fitoplasma foi detectado em todas as amostras, tanto aquelas da parte aérea quanto de raízes, em ambas as variedades estudadas. A concentração do patógeno nos tecidos do hospedeiro variou de 5,3 x 103 a 4,54 x 106 e 3,28 x 103 a 1,28 x 106 número de cópias/100ng de DNA total, na parte aérea e nas raízes, respectivamente. Os resultados mostraram uma flutuação sazonal na concentração do fitoplasma, onde as maiores concentrações foram encontradas nas épocas mais quentes do ano, principalmente no mês de dezembro, e uma redução na concentração do patógeno foi observada nas épocas mais frias, embora o fitoplasma tenha permanecido na parte aérea da planta durante a fase de dormência do hospedeiro. A variedade Gulfblaze apresentou maior concentração do patógeno comparada com a variedade Azteca. O fitoplasma associado ao amarelo da ameixeira também foi encontrado em maior concentração na copa da planta. Com base nos resultados, amostras retiradas da parte aérea e nas épocas mais quentes do ano são as mais indicadas para os procedimentos de detecção do patógeno, visando uma diagnose mais confiável
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.01.2016
  • Acesso à fonte
    Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GALVÃO, Sarah Rodrigues; BEDENDO, Ivan Paulo. Amarelo da ameixeira: Modelo de colonização do hospedeiro por um fitoplasma associado à doença. 2016.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-15042016-185208/ >.
    • APA

      Galvão, S. R., & Bedendo, I. P. (2016). Amarelo da ameixeira: Modelo de colonização do hospedeiro por um fitoplasma associado à doença. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-15042016-185208/
    • NLM

      Galvão SR, Bedendo IP. Amarelo da ameixeira: Modelo de colonização do hospedeiro por um fitoplasma associado à doença [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-15042016-185208/
    • Vancouver

      Galvão SR, Bedendo IP. Amarelo da ameixeira: Modelo de colonização do hospedeiro por um fitoplasma associado à doença [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-15042016-185208/


Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021