Exportar registro bibliográfico

Ontogênese das estruturas axilares em Anacampserotaceae (Caryophyllales) (2015)

  • Autores:
  • Autor USP: SANTOS, LIGIA KEIKO DOS - IB
  • Unidade: IB
  • Sigla do Departamento: BIB
  • Assuntos: BOTÂNICA (CLASSIFICAÇÃO); FANERÓGAMAS; CARYOPHYLLALES
  • Palavras-chave do autor: Axila foliar; Cerda; Escama; Estípula; Traqueíde de amplo espessamento
  • Idioma: Português
  • Resumo: Anacampserotaceae pertence à ordem Caryophyllales, subordem Portulacineae, atualmente constituída por três gêneros (Anacampseros L., Grahamia Gill ex Hook e Talinopsis A. Gray) antes pertencentes à família Portulacaceae. Os representantes de Anacampserotaceae apresentam estruturas axilares lignificadas muito características, como tricomas, escamas (scales) e cerdas (bristles) e também apresentam células do tipo WBT que ocorre somente em mais outras duas famílias de Caryophyllales, Aizoaceae e Cactaceae. Os caracteres axilares são muito informativos para o clado ACPT (Anacampserotaceae, Cactaceae, Portulacaceae e Talinaceae) e vêm revelando importantes dados aos estudos filogenéticos da subordem Portulacineae, no entanto, há uma controvérsia quanto a origem ontogenética das estruturas axilares de Anacampserotaceae, o que pode levar a interpretações equivocadas das relações filogenéticas do grupo. Diante disso, este trabalho realizou um estudo ontogenético das estruturas presentes na região da axila foliar de oito espécies de Anacampserotaceae e analisou as WBTs do caule e de folhas quanto seu tipo de espessamento e medidas quantitativas de seis espécies. Os resultados apontam a 1) origem estipular das escamas e não protodérmica, como mencionado na literatura; 2) primeiro relato de profilos na família e 3) WBTs ocorrem em Anacampseros e estão ausente em Talinopsis, grupo considerado basal na família
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.11.2015
  • Acesso à fonte
    Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Ligia Keiko dos; PINNA, Gladys Flávia de Albuquerque Melo de. Ontogênese das estruturas axilares em Anacampserotaceae (Caryophyllales). 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41132/tde-09032016-091030/ >.
    • APA

      Santos, L. K. dos, & Pinna, G. F. de A. M. de. (2015). Ontogênese das estruturas axilares em Anacampserotaceae (Caryophyllales). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41132/tde-09032016-091030/
    • NLM

      Santos LK dos, Pinna GF de AM de. Ontogênese das estruturas axilares em Anacampserotaceae (Caryophyllales) [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41132/tde-09032016-091030/
    • Vancouver

      Santos LK dos, Pinna GF de AM de. Ontogênese das estruturas axilares em Anacampserotaceae (Caryophyllales) [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41132/tde-09032016-091030/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021