Exportar registro bibliográfico

Fotodegradação dos herbicidas atrazina e amicarbazona em meio aquoso: destino ambiental e tratamento (2015)

  • Autores:
  • Autor USP: SILVA, MARCELA PRADO - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PQI
  • Assuntos: HERBICIDAS; DEGRADAÇÃO AMBIENTAL
  • Idioma: Português
  • Resumo: É grande a preocupação quanto à presença de poluentes persistentes (POP) no ambiente aquático, devido ao potencial destes micropoluentes em afetar organismos aquáticos e a saúde humana. Dentre os POP estão os herbicidas atrazina (ATZ) e amicarbazona (AMZ), empregados no controle de ervas daninhas no cultivo de cana-de-açúcar, responsável por grande parte do consumo de herbicidas no país. O conhecimento do destino desses compostos no meio ambiente é essencial para avaliar seus potenciais impactos, embora não haja na literatura estudos detalhados relacionados a esse tema. No presente trabalho, através da combinação de resultados de experimentos realizados em simulador solar empregando matéria orgânica natural isolada, dados da literatura e simulações matemáticas, foi investigado o destino ambiental fotoquímico da AMZ, considerando as características de corpos d’águas brasileiros. Analogamente e para fins de comparação, simulou-se o destino ambiental fotoquímico da ATZ com base em informações da literatura. Os resultados das simulações indicaram que a matéria orgânica dissolvida e a profundidade da coluna d’água são as variáveis que mais influenciam na persistência dos dois herbicidas. O tempo de meia-vida pode chegar a aproximadamente 2 meses e 1 ano, para AMZ e ATZ, respectivamente. Assim como é importante o entendimento do destino ambiental dos POP, também é essencial a investigação de processos avançados de oxidação desses poluentes, muitos dos quais são fotoirradiados. Procurando contribuir nesse sentido, neste trabalho estudou-se a fotólise da ATZ sob radiação UV em 254 nm, considerando os efeitos da taxa específica de emissão de fótons e da concentração inicial do herbicida. Procurou-se investigar detalhadamente o papel de espécies reativas de oxigênio (ROS) neste processo, resultados até então não discutidos na literatura.Além disso, os resultados obtidos para ATZ foram comparados aos disponíveis na literatura para AMZ. A degradação dos dois herbicidas diminui com o aumento da concentração inicial dos herbicidas, seguindo decaimento de pseudo primeira-ordem e aumentando com a taxa de emissão de fótons. Os resultados sugerem a formação de produtos persistentes e as ROS foram apontadas como atores importantes durante a degradação fotolítica dos herbicidas.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.12.2015
  • Acesso à fonte
    Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Marcela Prado; TEIXEIRA, Antonio Carlos S. C. Fotodegradação dos herbicidas atrazina e amicarbazona em meio aquoso: destino ambiental e tratamento. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-14072016-151016/pt-br.php >.
    • APA

      Silva, M. P., & Teixeira, A. C. S. C. (2015). Fotodegradação dos herbicidas atrazina e amicarbazona em meio aquoso: destino ambiental e tratamento. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-14072016-151016/pt-br.php
    • NLM

      Silva MP, Teixeira ACSC. Fotodegradação dos herbicidas atrazina e amicarbazona em meio aquoso: destino ambiental e tratamento [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-14072016-151016/pt-br.php
    • Vancouver

      Silva MP, Teixeira ACSC. Fotodegradação dos herbicidas atrazina e amicarbazona em meio aquoso: destino ambiental e tratamento [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-14072016-151016/pt-br.php


Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021