Exportar registro bibliográfico

Capital natural, crescimento econômico e riqueza: reflexões a partir da abordagem e modelagem de sistemas complexos (2012)

  • Autores:
  • Autor USP: BRANCO, EVANDRO ALBIACH - EACH
  • Unidade: EACH
  • Assuntos: ECONOMIA (MODELOS MATEMÁTICOS); RECURSOS NATURAIS; DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO (SIMULAÇÃO); SISTEMAS DINÂMICOS
  • Idioma: Português
  • Resumo: A histórica desconsideração da variável ambiental dentro da concepção teórica e dos modelos de crescimento econômico revela um posicionamento ideológico muito claro: a resistência na aceitação do ambiente como fator limitante ou mesmo como elemento estratégico do ponto de vista da riqueza de uma nação ou região. Para além das questões mais frequentemente debatidas, que associam os elementos do ambiente a meros insumos necessários aos processos produtivos, a consideração de conceitos não usuais no arcabouço teórico da economia tradicional, como serviços ecossistêmicos, resiliência, entropia e histerese, teria condições de ampliar e relativizar a interpretação de uma série de premissas e dogmas da ciência econômica tradicional. O conceito de capital natural, neste sentido, apresenta-se como fundamental e estratégico, uma vez que permite acomodar toda a complexidade inerente à dimensão ambiental e relacioná-la com o sistema socioeconômico, adequando e balizando o enquadramento da questão da sustentabilidade. Ainda, o presente trabalho parte da definição fundamentada de que ambos os sistemas - econômico e ambiental - são essencialmente complexos e, que os efeitos das relações entre os mesmos não são triviais e possuem altos níveis de incerteza associados à sua dinâmica. Dentro dessa orientação, o trabalho se propôs a realizar uma reflexão sobre a sustentabilidade sob a ótica dos sistemas complexos, por meio de uma revisão bibliográfica crítica e de um exercício de modelagem baseada em agentes para a simulação do crescimento econômico considerando a variável ambiental. As análises realizadas indicam que a incorporação de novos conceitos oriundos dos sistemas complexos poderiam estabelecer um novo suporte para a análise de políticas macroeconômicas de crescimento, da sustentabilidade e, em última instância, contribuir com o fortalecimento de premissasbásicas da economia ecológica
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.11.2012
  • Acesso à fonte
    Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BRANCO, Evandro Albiach; SINISGALLI, Paulo Antonio de Almeida. Capital natural, crescimento econômico e riqueza: reflexões a partir da abordagem e modelagem de sistemas complexos. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100132/tde-22012013-163754/ >.
    • APA

      Branco, E. A., & Sinisgalli, P. A. de A. (2012). Capital natural, crescimento econômico e riqueza: reflexões a partir da abordagem e modelagem de sistemas complexos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100132/tde-22012013-163754/
    • NLM

      Branco EA, Sinisgalli PA de A. Capital natural, crescimento econômico e riqueza: reflexões a partir da abordagem e modelagem de sistemas complexos [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100132/tde-22012013-163754/
    • Vancouver

      Branco EA, Sinisgalli PA de A. Capital natural, crescimento econômico e riqueza: reflexões a partir da abordagem e modelagem de sistemas complexos [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100132/tde-22012013-163754/


Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021