Exportar registro bibliográfico

Extração de adenovírus em sistemas micelares de duas fases aquosas (2012)

  • Autores:
  • Autor USP: MOLINO, JOãO VITOR DUTRA - FCF
  • Unidade: FCF
  • Sigla do Departamento: FBT
  • Assuntos: BIOPROCESSOS (EXTRAÇÃO;ISOLAMENTO E PURIFICAÇÃO); EXTRAÇÃO DE LÍQUIDOS; ADENOVÍRUS (EXTRAÇÃO)
  • Idioma: Português
  • Resumo: Processos biotecnológicos dependem significativamente das técnicas de separação e purificação utilizadas, para manter boa relação custo-benefício na produção em escala industrial de produtos biotecnológicos com fins comerciais, industriais e terapêuticos. A aplicação do sistema micelar de duas fases aquosas (SMDFA) é proposta como alternativa para purificação de biomoléculas/biopartículas, pois permite sua separação e análise, muitas vezes sem que essas percam sua atividade ou propriedades desejadas. Com essa técnica é possível realizar uma partição seletiva que possibilita altos rendimentos. Esse trabalho destinou-se a estudar o emprego dessa metodologia na extração e purificação de Adenovírus em sistema micelar de duas fases aquosas formado por Triton X-114/Suspensão viral. Os ensaios foram realizados em sistemas de 5 g seguindo um planejamento fatorial completo (´2POT.3´) com 4 pontos centrais. Os fatores estudados foram temperatura de extração, pH da suspensão viral e concentração do tensoativo. Sistemas contendo massas de 3g, 10g e 40g foram avaliados. Foi avaliado o efeito do processo de extração com SMDFA sobre a integridade e infectividade de Adenovírus. Alguns dos parâmetros avaliados no processo foram a recuperação da potência viral (´RIND.Pv´) e a recuperação da potência viral específica (´RIND.Pvø´). Esses dois parâmetros avaliam a inativação do Adenovirus pelo processo de extração e ambos apresentaram melhoras quando comparados com a própria suspensão viral para alguns dos sistemas estudados (i.e ´RIND.Pv´:341 % e ´RIND.Pvø´ 1466 %). Esses resultados indicam que o SMDFA foi capaz de particionar seletivamente as partículas virais infecciosas. De acordo com os resultados do planejamento é possível aumentar ainda mais esses resultados controlando as variáveis concentração de tensoativo, pH da suspensão viral e temperatura de extração
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.06.2012
  • Acesso à fonte
    Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MOLINO, João Vitor Dutra; PESSOA JUNIOR, Adalberto. Extração de adenovírus em sistemas micelares de duas fases aquosas. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9135/tde-08032013-170422/ >.
    • APA

      Molino, J. V. D., & Pessoa Junior, A. (2012). Extração de adenovírus em sistemas micelares de duas fases aquosas. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9135/tde-08032013-170422/
    • NLM

      Molino JVD, Pessoa Junior A. Extração de adenovírus em sistemas micelares de duas fases aquosas [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9135/tde-08032013-170422/
    • Vancouver

      Molino JVD, Pessoa Junior A. Extração de adenovírus em sistemas micelares de duas fases aquosas [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9135/tde-08032013-170422/


Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021