Exportar registro bibliográfico

Adaptação cultural e validação inicial do instrumento MISSCARE para o Brasil: contribuição para o mapeamento de riscos para a segurança do paciente hospitalizado (2012)

  • Autores:
  • Autor USP: SIQUEIRA, LILLIAN DIAS CASTILHO - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERG
  • Assuntos: PACIENTES (SEGURANÇA); ESTUDOS DE VALIDAÇÃO; CUIDADOS DE ENFERMAGEM; ÚLCERA POR PRESSÃO
  • Palavras-chave do autor: Segurança do Paciente; Nursing Care; Patient Safety; Pressure Ulcer; Validation Studies
  • Idioma: Português
  • Resumo: O fenômeno da omissão de cuidados de enfermagem é definido como qualquer aspecto do cuidado requerido pelo paciente que é omitido (em parte ou por completo) ou atrasado. Pode ocasionar consequências negativas para a assistência, tendo impacto na qualidade do cuidado e nos custos institucionais. Este estudo de delineamento metodológico teve como objetivos realizar a adaptação cultural do instrumento MISSCARE para uso no Brasil e testar parcialmente as suas propriedades psicométricas. O instrumento MISSCARE possui 41 itens distribuídos em duas partes. A parte A contém 24 itens referentes aos elementos dos cuidados de enfermagem omitidos com resposta variando de sempre omitido (1) a nunca omitido (5), e a parte B apresenta 17 itens relacionados às razões para a não prestação dos cuidados, com as possibilidades de resposta variando de razão dignificante (1) a não é uma razão para omissão do cuidado (4). A pesquisa, aprovada pelo comité de ética, foi realizada em duas fases. A primeira consistiu no processo de adaptação cultural, que verificou a validade de face e de conteúdo, realizada por um comitê de cinco juízes conforme os passas preconizados pela literatura. A segunda visou analisar a consistência interna do instrumento com 60 profissionais da equipe de enfermagem de um hospital público de ensino universitário do interior do Estado de São Paulo. Os resultados demonstraram que a maioria dos participantes era do sexo feminino (75%), com idade média de 40,4 anos. Houve maior frequência de sujeitos com ensino médio (60%) na categoria de técnico em enfermagem (36,7%). Mudar o decúbito do paciente a cada duas horas, assistência às necessidades higiênicas dentro de cinco minutos da solicitação e participação em discussão da equipe interdisciplinar sobre a assistência ao paciente foram os três cuidados de enfermagem mais omitidos, enquanto o controle da glicemia capilar, banho/higiene ecuidados com punção venosa foram os elementos menos omitidos. O número inadequado de pessoal foi a razão mais citada pelos profissionais para essa omissão dos cuidados. Os valores do coeficiente alfa de Cronbach para as partes A e B do instrumento foram 0,964 e 0,924, respectivamente e, considerando-se os fatores da parte B, 0,906 para comunicação, 0,797 para recursos materiais e 0,785 para recursos laborais. Conclui-se que a versão adaptada do MISSCARE para o português mostrou-se confiável na amostra estudada. Novos estudos devem ser realizados para a avaliação de propriedades psicométricas adicionais antes que o instrumento seja utilizado no Brasil
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.09.2012
  • Acesso à fonte
    Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SIQUEIRA, Lillian Dias Castilho; CALIRI, Maria Helana Larcher. Adaptação cultural e validação inicial do instrumento MISSCARE para o Brasil: contribuição para o mapeamento de riscos para a segurança do paciente hospitalizado. 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-06052013-081228/ >.
    • APA

      Siqueira, L. D. C., & Caliri, M. H. L. (2012). Adaptação cultural e validação inicial do instrumento MISSCARE para o Brasil: contribuição para o mapeamento de riscos para a segurança do paciente hospitalizado. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-06052013-081228/
    • NLM

      Siqueira LDC, Caliri MHL. Adaptação cultural e validação inicial do instrumento MISSCARE para o Brasil: contribuição para o mapeamento de riscos para a segurança do paciente hospitalizado [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-06052013-081228/
    • Vancouver

      Siqueira LDC, Caliri MHL. Adaptação cultural e validação inicial do instrumento MISSCARE para o Brasil: contribuição para o mapeamento de riscos para a segurança do paciente hospitalizado [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-06052013-081228/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021