Exportar registro bibliográfico

Eficácia da fonoterapia no pós-operatório de edema de Reinke em mulheres (2012)

  • Autores:
  • Autor USP: OLIVEIRA, FERNANDA MARIA DE - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: ROO
  • Assuntos: FONOTERAPIA; COOPERAÇÃO DO PACIENTE; DISFONIA; FONOAUDIOLOGIA (CIRURGIA;TERAPIA)
  • Idioma: Português
  • Resumo: O tratamento mais indicado para o edema de Reinke é a cirurgia, podendo ser associada à sonoterapia, que deve ser baseada nas orientações de saúde vocal e no treinamento utilizando técnicas vocais, com objetivo de promover adequada cicatrização e restabelecimento da voz em menor período de tempo. Diante disso, faz-se necessário avaliar a importância da terapia vocal como um instrumento que auxilia e influencia o restabelecimento da qualidade da voz e a reestruturação anatomofisiologica da prega vocal em indivíduos submetidos à fonomicrocirurgia. O objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia da sonoterapia após fonomicrocirurgia em mulheres com edema de Reinke, por meio da auto percepção de sinais e sintomas vocais, dos parâmetros acústicos e perceptivo-auditivos da voz. Foram avaliadas 22 mulheres, com idade média de 52 anos, submetidas à microcirurgia de laringe para tratamento de edema de Reinke e encaminhadas para avaliação fonoaudiológica no pré-operatório. Os sujeitos foram divididos em: grupo estudo (GE), composto de oito indivíduos que apresentaram adesão ao tratamento fonoaudiológico e grupo controle (GC), com 14 sujeitos, que não foram considerados aderentes. Os critérios de adesão foram: execução dos exercícios orientados, eliminação do abuso/mau uso vocal, realização do repouso vocal, hidratação adequada, eliminação do tabagismo e comparecimento à sonoterapia. Foram oferecidos, em média, cinco atendimentos fonoaudiológicos semanais. As mulheres foram submetidas à aplicação de escala visual analógica para auto-avaliaç30 auditiva e tátil-cinestésica, utilizando o Questionário de Sintomatologia Vocal, mensuração do tempo máximo de fonação (TIFO e captura da amostra vocal para avaliação acústica, utilizando o soflware MDVP-Adv (KayPentax®), realizando análise da frequência fundamental e medidas de perturbação, de ruído, complementares e de estabilidade;e análise perceptivoauditiva realizada por três juízes fonoaudiólogos especialistas em Voz, fazendo-se uso da escala GIRBAS, acrescida do peca e hudness. A coleta de dados foi realizada em quatro momentos: pré operatório, uma semana de pós-operatório, de quatro a seis semanas depois da cirurgia e no retorno médico, cinco meses após. Observou-se redução dos sintomas vocais referidos pelos sujeitos de ambos os grupos, com o GE referindo melhora significativa para os sintomas táteiscinestésicos, especialmente a fadiga vocal, e para os auditivos, como rouquidão e peca, comparado ao GC. Na avaliação perceptivo-auditiva e acústica, houve melhora nos sujeitos de ambos os grupos. Quando comparados, após o término do tratamento, o GE apresentou aumento significativo do TMF, da F0 e medidas de estabilidade, além de melhor desempenho para os parâmetros pitch e rugosidade, em relação ao GC. A maioria do GE continuou apresentando melhora dos parâmetros vocais nas avaliações perceptivo-auditiva e acústica, mesmo quatro meses após a alta fonoaudiológica. Com a comparação dos grupos, foi possível concluir que a fonoterapia oferecida foi eficaz, promovendo a melhora das queixas táteis-cinestésicas e de pitch grave referidas pelos sujeitos, 0 aumento da estabilidade vocal e da FO obtidas pela análise acústica e a adequação do padrão vocal revelada pela avaliação perceptivo-auditiva
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.07.2012

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Fernanda Maria de; RICZ, Hilton Marcos Alves. Eficácia da fonoterapia no pós-operatório de edema de Reinke em mulheres. 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012.
    • APA

      Oliveira, F. M. de, & Ricz, H. M. A. (2012). Eficácia da fonoterapia no pós-operatório de edema de Reinke em mulheres. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Oliveira FM de, Ricz HMA. Eficácia da fonoterapia no pós-operatório de edema de Reinke em mulheres. 2012 ;
    • Vancouver

      Oliveira FM de, Ricz HMA. Eficácia da fonoterapia no pós-operatório de edema de Reinke em mulheres. 2012 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021