Exportar registro bibliográfico

Avaliação in vitro do colar de implantes cone Morse de diferentes diâmetros sob cargas cêntrica e excêntrica: estudo por meio da interferometria eletrônica por padrões de Speckle (2011)

  • Autores:
  • Autor USP: SIZO, SERGIO RODRIGUES - FO
  • Unidade: FO
  • Sigla do Departamento: ODP
  • Assuntos: INTERFEROMETRIA; IMPLANTES DENTÁRIOS; ESTRESSE (ODONTOLOGIA); HOLOGRAFIA DIGITAL
  • Palavras-chave do autor: Cone Morse; Estresse mecânico; Força compressiva
  • Idioma: Português
  • Resumo: Cargas oclusais excessivas podem promover tensões exageradas às estruturas de implantes/pilares/próteses, resultando em deformação, desadaptação ou mesmo fratura dos componentes e do próprio implante. Além disso, tais sobrecargas podem gerar necrose por compressão e perda óssea peri-implantar e, ainda, a ocorrência de microdeslocamentos na interface de conexão implante-pilar (I-P) ocasionando a formação de fendas propícias à colonização bacteriana, o que pode levar ao desenvolvimento de peri-implantite, contribuindo para o insucesso do conjunto. O presente estudo objetivou avaliar, por meio de uma técnica já amplamente utilizada na Engenharia e na Física a Interferometria Eletrônica por Padrões de Speckle (ESPI) as deformações a nível do colar de implantes com conexão cônica interna (cone Morse) de diferentes diâmetros (Kopp 4,3/5,5 mm e Neodent 3,5/5,0 mm), sob dois tipos (cêntrica e excêntrica) e intensidades (50 N e 100 N) de cargas, similares as quais os implantes ficam expostos durante a função mastigatória. Testou-se a hipótese de que a deformação do colar do implante seria inversamente proporcional ao diâmetro do implante. Além disso, discutiu-se vantagens e limitações da técnica ESPI frente a outros métodos comumente utilizados na avaliação de tensões. As maiores deformações foram sempre associadas às cargas excêntricas, com exceção do G1-Kopp. A maior deformação ocorreu no G1-Neodent sob carga excêntrica de 100 N e a menor, no G2-Neodent sob carga cêntrica de 50 N. (Continua)(Continuação) A técnica ESPI mostrou-se altamente sensível e reprodutível para avaliar deformações a nivel do colar de implantes sendo possível confirmar a hipótese inicial, visto que a maior deformação esteve sempre associada aos implantes de menor diâmetro, em ambos os sistemas de implante pesquisados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.09.2011
  • Acesso à fonte
    Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SIZO, Sergio Rodrigues; MORI, Matsuyoshi. Avaliação in vitro do colar de implantes cone Morse de diferentes diâmetros sob cargas cêntrica e excêntrica: estudo por meio da interferometria eletrônica por padrões de Speckle. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23150/tde-30112011-163623/ >.
    • APA

      Sizo, S. R., & Mori, M. (2011). Avaliação in vitro do colar de implantes cone Morse de diferentes diâmetros sob cargas cêntrica e excêntrica: estudo por meio da interferometria eletrônica por padrões de Speckle. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23150/tde-30112011-163623/
    • NLM

      Sizo SR, Mori M. Avaliação in vitro do colar de implantes cone Morse de diferentes diâmetros sob cargas cêntrica e excêntrica: estudo por meio da interferometria eletrônica por padrões de Speckle [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23150/tde-30112011-163623/
    • Vancouver

      Sizo SR, Mori M. Avaliação in vitro do colar de implantes cone Morse de diferentes diâmetros sob cargas cêntrica e excêntrica: estudo por meio da interferometria eletrônica por padrões de Speckle [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23150/tde-30112011-163623/


Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021