Exportar registro bibliográfico

Eficácia e segurança da betaterapia adjuvante pós-ressecção de pterígio: ensaio clínico randomizado com metanálise (2012)

  • Autores:
  • Autor USP: ARRUDA, GUSTAVO VIANI - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: ROO
  • Assuntos: CONJUNTIVA; OFTALMOLOGIA
  • Idioma: Português
  • Resumo: Objetivo: Avaliar a efetividade e segurança da beta-terapia (‘beta’ terapia) pós-operatória em dose baixa e única comparando cirurgia de autoenxerto conjuntival com cirurgia de autoenxerto mais ‘beta’-terapia adjuvante. Métodos: Este estudo foi desenhado como um ensaio clínico aleatorizado (ECR) e metanálise. No ensaio clínico, a cirurgia foi realizada utilizando a técnica do autoenxerto conjuntival. Cento e oito pterígios foram operados e aleatorizados para cirurgia ou cirurgia ‘beta’-terapia. No caso de ‘beta’-terapia, um aplicador oftalmológico foi usado para dar uma dose única de 10 Gray (Gy). Após o tratamento, os pacientes foram acompanhados pelo oftalmologista e radiooncologista. Além disso, uma metanálise de ECRs foi realizada para comparar as cirurgias com ou sem ‘beta’-terapia. Resultados: Entre fevereiro e Setembro de 2008, 116 olhos com pterígio primário foram operados segundo o protocolo do estudo. O tratamento adjuvante foi realizado 24 horas após a cirurgia. Oito pacientes descontinuaram o seguimento, resultando em 108 pacientes que completaram o estudo. Com seguimento mediano de 18 meses (variando de 833), em 54 olhos aleatorizados para receberem cirurgia de autoenxerto e ‘beta’-terapia, ocorreram cinco recorrências comparadas com doze em 54 olhos do grupo de cirurgia, com taxa de controle de 90.8% vs. 78%, p=0.032, respectivamente. As complicações do tratamento como hyperemia, deiscência do enxerto e dellen foram mais frequentes no grupo de cirurgia exclusiva (p<0.05). O braço de ‘beta’-terapia resultou em melhores resultados cosméticos e redução dos sintomas, do que o braço de cirurgia exclusiva. A metanálise de seis ECRs foi combinada, demonstrando que a ‘beta’-terapia foi mais efetiva do que apenas a cirurgia para evitar a recorrência da doença (p<0.00001). A ‘beta’-terapia adjuvante mostrou similar controle da doença, quandocomparada à Mitomicina-C (MMC) (‘beta’-terapia = 16/87 = 18.3 % vs MMC = 14/135 = 10.3%, p=0.08). Avaliando o tipo de cirurgia, a ‘beta’-terapia reduziu o risco de recorrência, independentemente do tipo de cirurgia (esclera nua = 7/62= 11.2% vs 45/64 = 70.3%, p<0.00001 ou autoenxerto = 6/70 = 8.5% vs 16/78 = 20.5%, p=0.04); além disso, mostrou menos eventos adversos do que a MMC (2% vs 5%). Conclusão: A ‘beta’-terapia em dose única e baixa de 10 Gy após a cirurgia de autoenxerto conjuntival foi um simples, efetivo e seguro tratamento, que reduziu o risco de recorrência do pterígio e os sintomas pós-operatórios, com melhores resultados cosméticos do que a cirurgia de autoenxerto. Esta metanálise também evidenciou que a ‘beta’-terapia reduz o risco de recorrência do pterígio, independentemente do tipo de cirurgia (esclera nua ou autoenxerto) e produz controle similar da doença, com poucos efeitos colaterais, quando comparada com a MMC
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.03.2012

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ARRUDA, Gustavo Viani; ROCHA, Eduardo Melani. Eficácia e segurança da betaterapia adjuvante pós-ressecção de pterígio: ensaio clínico randomizado com metanálise. 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012.
    • APA

      Arruda, G. V., & Rocha, E. M. (2012). Eficácia e segurança da betaterapia adjuvante pós-ressecção de pterígio: ensaio clínico randomizado com metanálise. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Arruda GV, Rocha EM. Eficácia e segurança da betaterapia adjuvante pós-ressecção de pterígio: ensaio clínico randomizado com metanálise. 2012 ;
    • Vancouver

      Arruda GV, Rocha EM. Eficácia e segurança da betaterapia adjuvante pós-ressecção de pterígio: ensaio clínico randomizado com metanálise. 2012 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021