Exportar registro bibliográfico


Métricas:

Prevalência de quedas referidas e fatores associados na transição e após menopausa (2011)

  • Autores:
  • Autor USP: REZENDE, DÉBORA APARECIDA PACCOLA DE - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HSM
  • DOI: 10.11606/D.6.2011.tde-13032014-082136
  • Assuntos: ACIDENTES POR QUEDAS (PREVALÊNCIA;RELAÇÃO); CONDIÇÕES DE SAÚDE (RELAÇÃO); FATORES SOCIOECONÔMICOS (RELAÇÃO); SAÚDE DA MULHER; ENVELHECIMENTO; MULHERES; MENOPAUSA; ESTUDOS TRANSVERSAIS
  • Idioma: Português
  • Resumo: Das mulheres que caíram, a prevalência de recorrência foi de 45,2 por cento. As principais causas foram escorregões (29,4 por cento) e tropeços (19,8 por cento). Após análise multivariada constatou-se associação das quedas com a idade (p=0,018), qualidade do sono ruim (0,007) e comorbidades como a hipertensão arterial (p=0,032) e depressão (p=0,003). As comorbidades hipertensão arterial (p=0,055) e depressão (p=0,001) associaram-se também as quedas recorrentes, bem como restrições às atividades de vida diária (p=0,000). CONCLUSÃO: A maior prevalência de quedas ocorreu após a menopausa e entre os principais fatores associados à sua gênese emergiram a idade, hipertensão arterial, depressão e sono ruim.INTRODUÇÃO: Frente ao aumento gradativo de quedas da própria altura com o avançar da idade, torna-se imprescindível conhecer os fatores de risco implicados na sua ocorrência em mulheres na transição e após menopausa, com o intuito de contribuir com estratégias de prevenção e promoção da saúde no cotidiano. OBJETIVO: Estimar a prevalência de quedas referidas e caracterizar a associação entre as quedas com variáveis clínicas e epidemiológicas das mulheres da Estratégia de Saúde da Família do Município de Pindamonhangaba, SP. MÉTODOS: Em estudo com delineamento observacional do tipo transversal vinculado ao Projeto de Saúde de Pindamonhangaba (PROSAPIN), foram utilizados dados secundários randomizados de 875 mulheres com idade entre 35 a 65 anos e investigadas por meio de um inquérito domiciliar e medidas antropométricas. A variável queda foi incluída como dependente, enquanto que as independentes foram representadas pela idade, estado civil, renda, escolaridade, raça, ocupação, histórico ginecológico, doenças crônicas referidas e mensuradas, medicamentos, obesidade (índice de massa corpórea), hábito alimentar, consumo de bebidas alcoólicas, tabagismo, sono, depressão e atividade física habitual. RESULTADOS: Participaram do estudo 749 mulheres com média de 47,7 anos (com desvio padrão de 8,1); a prevalência de quedas da própria altura foi de 17,6 por cento (IC de 14,9 - 20,5), sendo a maioria (54,6 por cento) na pós menopausa.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.05.2011
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/D.6.2011.tde-13032014-082136 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      REZENDE, Débora Aparecida Paccola de; ALDRIGHI, José Mendes. Prevalência de quedas referidas e fatores associados na transição e após menopausa. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < https://doi.org/10.11606/D.6.2011.tde-13032014-082136 > DOI: 10.11606/D.6.2011.tde-13032014-082136.
    • APA

      Rezende, D. A. P. de, & Aldrighi, J. M. (2011). Prevalência de quedas referidas e fatores associados na transição e após menopausa. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://doi.org/10.11606/D.6.2011.tde-13032014-082136
    • NLM

      Rezende DAP de, Aldrighi JM. Prevalência de quedas referidas e fatores associados na transição e após menopausa [Internet]. 2011 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2011.tde-13032014-082136
    • Vancouver

      Rezende DAP de, Aldrighi JM. Prevalência de quedas referidas e fatores associados na transição e após menopausa [Internet]. 2011 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2011.tde-13032014-082136

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021