Exportar registro bibliográfico

Correlação entre os achados de imagem de artrossonografia e artrorressonância em pacientes com instabilidade anterior do ombro (2010)

  • Autores:
  • Autor USP: SIMÃO, MARCELO NOVELINO - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RAL
  • Assuntos: ULTRASSONOGRAFIA; RESSONÂNCIA MAGNÉTICA; OMBRO; ARTROPATIAS
  • Idioma: Português
  • Resumo: A articulação glenumeral é considerada a mais instável do corpo humano. As lesões relacionadas a luxação traumática anterior do ombro incluem a deformidade de Hill Sachs e as lesões de Bankart cartilaginoso ou avulsão lábio-ligamentar anteroinferior e de Bankart óssea. A artrorressonancia é considerada o melhor método de imagem para a avaliação destas lesões A ultrassonografia é reconhecidamente um método muito eficaz para a avaliação de tecidos moles na região do ombro, especialmente com relação aos tendões do manguito rolador, porém seu desempenho na avaliação das alterações relacionadas às luxações traumáticas do ombro é menos estudado e não está bem estabelecido. O objetivo deste trabalho é determinar a capacidade diagnóstica da ultrassonografia em pacientes com história prévia de luxação traumática, utilizando posicionamentos e critérios já relatados na literatura, comparar esses achados com os obtidas em exames de artrorressonancia e em cirurgias, e avaliar sua reprodutibilidade, com cálculo de concordâncias intra e interobservadores. Prospectivamente, cinqüenta e seis pacientes submetidos a exames de artrorressonancia de ombro, por solicitação clínica, foram também avaliados por ultrassonografia após a injeção do contraste intra-articular. Todos os exames foram realizados pelo mesmo médico radiologista, sendo este denominado o operador dos exames, com a finalidade de detecção ou não das lesões de Hill Sachs, Bankart cartilaginoso e ósseo. Retrospectivamente dois outros radiologistas, denominados de examinadores, avaliaram as imagens obtidas durante os exames. A análise estatística incluiu os cálculos da sensibilidade, especificidade e as concordâncias intra e interobservadores, utilizando o teste de Kappa. A concordância interobservadores na artrorressonancia variou de 0,54 a 0,70, sendo melhor para Bankart ósseo, na ultrassonografia variou de 0,19 a 0,40, sendomelhor para lesão de Hill Sachs. A concordância intraobservador para o examinador 1 variou de 0,20 a 0,25, sendo melhor para lesão de Hill Sachs e para o examinador 2 variou de 0,44 a 0,68, sendo melhor para lesão de Bankart óssea. Os resultados de sensibilidade para o operador, na artrorressonancia, variaram de 90% a 100% e para os examinadores 1 e 2 variaram de 80% a 100%. Na ultrassonografia os resultados de sensibilidade para o operador variaram de 90% a 100% e para os examinadores 1 e 2 variaram de 20% a 89%. Os resultados de especificidade para o operador, na artrorressonancia, variaram de 60% a 100% e para os examinadores 1 e 2 variaram de 50% a 100. Na ultrassonografia os resultados de especificidade para o operador variaram de 60% a 86% e para os examinadores 1 e 2 variaram de 25% a 90%. Estes resultados demonstram que: 1) exames de artrorressonancia e de ultrassonografia realizados por um operador treinado têm alta sensibilidade e especificidade para demonstrar as alterações ósseas e de partes moles relacionadas à luxação traumática do ombro; 2) a artrorressonancia obteve melhores resultados e foi mais reprodutível que a ultrassonografia, quando as imagens obtidas nos exames foram avaliados pelos examinadores, especialmente com relação às lesões de Bankart cartilaginoso e ósseo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.12.2010

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SIMÃO, Marcelo Novelino; BARBIERI, Cláudio Henrique. Correlação entre os achados de imagem de artrossonografia e artrorressonância em pacientes com instabilidade anterior do ombro. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010.
    • APA

      Simão, M. N., & Barbieri, C. H. (2010). Correlação entre os achados de imagem de artrossonografia e artrorressonância em pacientes com instabilidade anterior do ombro. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Simão MN, Barbieri CH. Correlação entre os achados de imagem de artrossonografia e artrorressonância em pacientes com instabilidade anterior do ombro. 2010 ;
    • Vancouver

      Simão MN, Barbieri CH. Correlação entre os achados de imagem de artrossonografia e artrorressonância em pacientes com instabilidade anterior do ombro. 2010 ;


Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021