Exportar registro bibliográfico

Neurotransmissores espinais do sistema descendente de controle da nocicepção envolvidos na antinocicepção induzida por eletroacupuntura com 2Hz e 100Hz em ratos (2009)

  • Autores:
  • Autor USP: SILVA, JOSIE RESENDE TORRES DA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RFA
  • Assuntos: NOCICEPTORES; ACUPUNTURA; MEDULA ESPINHAL; FARMACOLOGIA
  • Idioma: Português
  • Resumo: Várias áreas cerebrais modulam a transmissão nociceptiva por projeções para a medula espinal e usa neurotransmissores tanto diretamente em neurônios de projeção quanto em interneurônios. A analgesia induzida pela eletroacupuntura (AIA) tem sido confirmada por experimentos clínicos e experimentais, sendo uma alternativa para o tratamento de síndromes dolorosas. Os mecanismos pelo qual a AIA ocorre, entretanto, ainda não estão completamente elucidados. Esse estudo examina a importância dos neurotransmissores espinais na mediação da AIA. A latência no teste de retirada da cauda (LRC) foi utilizado para avaliar as mudanças produzidas pela injeção intratecal de metisergida (antagonista 5-HT, 30‘mü’g/10‘mü’l), atropina (antagonista muscarínico, 20‘mü’g/10‘mü’l) naloxona (antagonista opióide, 20‘mü’g/10‘mü’l) bicuculina (antagonista ‘GABA IND. A’, 0,3‘mü’g/10‘mü’1), faclofeno (antagonista ‘GABA IND. B’, 20‘mü’g/10‘mü’L), WB4101 (antagonista «‘‘alfa’ IND. 1A, 20‘mü’g/10‘mü’l) ou idazoxan (antagonista «‘‘alfa’ IND. 2’, 20‘mü’g/10‘mü’l) na AIA induzida pela eletroacupuntura (EA) a 2 ou 100 Hz nos acupontos Zusanli (E36) e Sanyinjiao (BP6) bilaterais em ratos levemente anestesiados. A LRC foi aumentada significantemente pela EA, sendo que o efeito de 2Hz foi de maior duração que o produzido por 100Hz. Metisergida intratecal diminui o efeito da EA de 2 e de 100Hz. Naloxona ou idazoxan bloqueiam o efeito da EA de 2Ha, mas não de 100Hz A atropina bloqueou o efeito da EA de 2Hz e reduziu a duração do efeito de 100Hz. A bicuculina ou faclofeno diminui a AIA de 2 ou 100 Hz. Em contraste, WB4101 não alterou o efeito de ambas freqüências. Estes resultados nos levam a concluir que os mecanismos da AIA envolvem a ativação de receptores espinais serotoninérgicos, colinérgicos e opioidérgicos. Receptores‘GABA IND. A’ e ‘GABA IND. B’ estão envolvidos na modulação da AIA e os receptors «‘‘alfa’ IND. 2’-adrenérgicossão necessários para a AIA de 2, mas não de 100Hz, enquanto que receptores «‘‘alfa’ IND. A’-adrenérgicos não parecem estar envolvidos na AIA
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.07.2009

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Josie Resende Torres da; PRADO, Wiliam Alves do. Neurotransmissores espinais do sistema descendente de controle da nocicepção envolvidos na antinocicepção induzida por eletroacupuntura com 2Hz e 100Hz em ratos. 2009.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009.
    • APA

      Silva, J. R. T. da, & Prado, W. A. do. (2009). Neurotransmissores espinais do sistema descendente de controle da nocicepção envolvidos na antinocicepção induzida por eletroacupuntura com 2Hz e 100Hz em ratos. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Silva JRT da, Prado WA do. Neurotransmissores espinais do sistema descendente de controle da nocicepção envolvidos na antinocicepção induzida por eletroacupuntura com 2Hz e 100Hz em ratos. 2009 ;
    • Vancouver

      Silva JRT da, Prado WA do. Neurotransmissores espinais do sistema descendente de controle da nocicepção envolvidos na antinocicepção induzida por eletroacupuntura com 2Hz e 100Hz em ratos. 2009 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021