Exportar registro bibliográfico

Estudo dos componentes de síndrome metabólica como fator de risco para complicações crônicas em portadores de hipertensão arterial (2010)

  • Autores:
  • Autor USP: RIGOTTI, ARIANE RANZANI - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERG
  • Assuntos: HIPERTENSÃO; PRESSÃO SANGUÍNEA; FATORES DE RISCO
  • Idioma: Português
  • Resumo: A Síndrome Metabólica (SM) é um transtorno complexo representado por um conjunto de fatores de risco cardiovascular, usualmente relacionados à deposição central de gordura e à resistência à insulina. Hipertensos com SM apresentam alta prevalência de lesões de órgãos-alvo e amplificação dos riscos cardiovasculares, com impacto prognóstico adverso. Este estudo descritivo, desenvolvido na Unidade Mista de Saúde de um município do interior paulista, teve como objetivo identificar os componentes de SM entre portadores de hipertensão arterial sistêmica e comparar a ocorrência dos fatores de risco associados à SM na população hipertensa e normotensa. Os aspectos adotados para a definição de SM foram os definidos pelo National Cholesterol Education Program Adult Treatment Panel III (NCEP-ATP III). As variáveis investigadas foram os dados sócio-demográficos, os valores de pressão arterial, cintura abdominal, glicemia, HDL colesterol e triglicerídeos plasmáticos. As análises descritivas, com cálculo de freqüências absolutas e porcentagens, foram realizadas por meio do pacote estatístico SPSS, versão 15.0. Utilizou-se o teste t de Student para comparações das médias dos dados quantitativos. Os resultados foram expressos como médias ± erros padrões das médias, e as diferenças consideradas estatisticamente significantes para p<0,05. A amostra foi composta por 261 participantes, classificados em normotensos (35,6%) e hipertensos (64,4%). A maioria dos participantes é do sexo feminino (70,5%), natural do estado de São Paulo (72,4%), de cor branca (78,5%), analfabeta funcional (49,8%), vive com companheiro (66,7%) e possui antecedentes familiares de doenças cardiovasculares (75,1%). A média de idade foi de 49 anos para o grupo normotenso e 58,8 anos para o grupo hipertenso. A SM esteve presente em 119 indivíduos, representando uma prevalência global de 45,6%. Identificamos apresença de SM em 60,7% dos hipertensos e em 18,3% dos normotensos. Comparado ao grupo normotenso, os portadores de hipertensão arterial apresentam, além da elevação da pressão arterial sistólica (p<0,001) e diastólica (p<0,001), diferença significante nos valores de circunferência abdominal (p<0,001), glicose (p<0,05) e triglicérides (p<0,05). Valor aumentado de circunferência abdominal foi o fator prevalente na amostra global e entre os portadores de hipertensão arterial. Em ambos os grupos, indivíduos do sexo feminino apresentam maior percentual de ocorrência de todos os componentes da SM. Considerando a combinação dos componentes da SM, ambos os grupos apresentaram como elementos mais frequentes baixos níveis de HDL-C + hipertrigliceridemia + obesidade abdominal. Conclui-se que a frequência dos riscos cardiometabólicos associados à SM é maior na presença de doença hipertensiva. Indivíduos que apresentam SM compartilham aspectos fisiopatológicos de alto risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.09.2010
  • Acesso à fonte
    Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RIGOTTI, Ariane Ranzani; ALVES, Leila Maria Marchi. Estudo dos componentes de síndrome metabólica como fator de risco para complicações crônicas em portadores de hipertensão arterial. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-16112010-092924/ >.
    • APA

      Rigotti, A. R., & Alves, L. M. M. (2010). Estudo dos componentes de síndrome metabólica como fator de risco para complicações crônicas em portadores de hipertensão arterial. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-16112010-092924/
    • NLM

      Rigotti AR, Alves LMM. Estudo dos componentes de síndrome metabólica como fator de risco para complicações crônicas em portadores de hipertensão arterial [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-16112010-092924/
    • Vancouver

      Rigotti AR, Alves LMM. Estudo dos componentes de síndrome metabólica como fator de risco para complicações crônicas em portadores de hipertensão arterial [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-16112010-092924/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021