Exportar registro bibliográfico

Gestão internacional de pessoas: políticas de recompensas para executivos expatriados por empresas brasileiras (2010)

  • Autores:
  • Autores USP: ORSI, ADEMAR - FEA
  • Unidades: FEA
  • Sigla do Departamento: EAD
  • Assuntos: ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS; INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS; RECOMPENSAS; SALÁRIOS
  • Idioma: Português
  • Resumo: Expostas à concorrência externa intensa com a abertura da economia e a criação do Mercosul, as empresas brasileiras começam a se movimentar mais efetivamente no sentido da internacionalização na década de 1990, culminando, na década seguinte, com uma explosão de iniciativas dessas empresas em busca de novos mercados. Nasce com essa nova realidade, a necessidade de constituir quadros de gestores e especialistas para implantar e gerenciar o empreendimento. É fundamental, portanto, que essas empresas estabeleçam um novo modelo de gestão de pessoas que seja abrangente a esses novos desafios organizacionais. O interesse da pesquisa está no processo que essas empresas empreenderam ou vêm empreendendo, para atingir estágios de satisfação com as políticas de recompensas tanto da empresa como de seus empregados. Conhecer os caminhos percorridos pelas empresas que já consolidaram sua inserção internacional, com seus acertos e erros, significa a possibilidade de pavimentar um terreno para facilitar a adoção de políticas mais adequadas às contingências dos novos empreendimentos. Foi adotado o método de estudo de casos múltiplos, com a participação das empresas Camargo Corrêa e Votorantim, sendo aplicada análise de conteúdo e de acontecimentos cronológicos, coerente com uma concepção longitudinal de estudo. Entre as principais contribuições deste trabalho está a consolidação de uma literatura internacional sobre gestão internacional de recompensas, ressaltada a identificação dos diversosmodelos de remuneração adotados e o resgate histórico da sua adoção; a verificação, em uma perspectiva longitudinal, das alterações introduzidas nos modelos de recompensas em designações internacionais pelas empresas brasileiras e a criação de um modelo teórico de referência para gestão das recompensas para expatriados que considera as variáveis interferentes e os pressupostos que fundamentam as decisões. O estudo pode colaborar com as empresas que passam pelo processo de internacionalização na adoção do modelo aplicado mais apropriado ao seu momento
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.08.2010
  • Acesso à fonte
    Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ORSI, Ademar; FISCHER, Andre Luiz. Gestão internacional de pessoas: políticas de recompensas para executivos expatriados por empresas brasileiras. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-27082010-093943/ >.
    • APA

      Orsi, A., & Fischer, A. L. (2010). Gestão internacional de pessoas: políticas de recompensas para executivos expatriados por empresas brasileiras. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-27082010-093943/
    • NLM

      Orsi A, Fischer AL. Gestão internacional de pessoas: políticas de recompensas para executivos expatriados por empresas brasileiras [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-27082010-093943/
    • Vancouver

      Orsi A, Fischer AL. Gestão internacional de pessoas: políticas de recompensas para executivos expatriados por empresas brasileiras [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-27082010-093943/


Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2020