Exportar registro bibliográfico

Intervenção cognitivo comportamental pré e pós cirurgia de revascularização do miocárdio, em Manaus/AM (2010)

  • Autores:
  • Autor USP: HAYASIDA, NAZARÉ MARIA DE ALBUQUERQUE - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Assuntos: DOENÇAS CARDIOVASCULARES; ANSIEDADE; DEPRESSÃO; QUALIDADE DE VIDA
  • Idioma: Português
  • Resumo: Pesquisas sobre a doença arterial coronariana indicam, a partir de estudos epidemiológicos, a importância de fatores de risco psicossociais na cirurgia de Revascularização do Miocárdio. Nesse estudo analisou-se o efeito de uma intervenção psicológica na abordagem teórica Cognitiva - Comportamental efetuada antes e depois da cirurgia, em pacientes submetidos à Cirurgia de Revascularização do Miocárdio sobre ansiedade, depressão e qualidade de vida. Trata-se de uma pesquisa experimental, descritiva-quantitativa, caracterizada por estudo clínico, com uma amostra de conveniência. Participaram do estudo 50 pacientes, divididos em dois grupos: controle (n= 25) e experimental (n= 25), avaliados em três momentos: pré, pós- operatório e reteste (após três meses). Foram investigados através dos instrumentos: entrevista estruturada e de intervenção, inventário de Ansiedade (BAI) e de Depressão (BDI) de Beck e o instrumento World Health Organization Quality of Life (WHOQoL-Bref). Aplicou-se no grupo de intervenção técnicas de manejo na abordagem referida e, em ambos os grupos, psicoeducação. Houve predominância de pacientes do sexo masculino, idosos, casados, com remuneração menor que dois salários mínimos, com o Ensino Fundamental completo, católicos praticantes. Houve predomínio de profissões não qualificadas no grupo controle, indivíduos que possuem um emprego, trabalham 8 horas diárias sem férias anuais; e profissões qualificadas no grupo experimental, com mais de uma atividade laboral, que trabalham mais que 8 horas e não usufruíram de férias. Observou-se no grupo controle historio de um ou mais infartos, ambos os grupos indicaram possuir acima de dois fatores de risco, entretanto houve uma maior porcentagem de diabetes no grupo controle. No grupo experimental os pacientes relacionaram a causa da doença a fatores não hereditários. Notou-se predomínio de baixo peso oupeso saudável (IMC) no grupo experimental em relação ao grupo controle. Houve valores significativamente superiores dos sintomas ansiosos, no momento inicial, no grupo experimental (23.28) e redução no pós (11.56) e reteste (9.64) em relação ao controle, entre os momentos pré (19.50), pós (26.00) e reteste (16.95). Houve redução dos sintomas depressivos no grupo experimental no pré (17.04), pós (12.28) e reteste (11.84) em relação ao grupo controle no pré (21.63), pós (21.81) e reteste (20.09), quando comparados os dados obtidas. Espera-se que os elementos identificados neste estudo possam ser utilizados para subsidiar programas e pesquisas futuras de controle e prevenção da ansiedade, depressão e qualidade de vida em pacientes a serem submetidos à cirurgia de revascularização do miocárdio
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.06.2010

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      HAYASIDA, Nazaré Maria Albuquerque; GORAYEB, Ricardo. Intervenção cognitivo comportamental pré e pós cirurgia de revascularização do miocárdio, em Manaus/AM. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010.
    • APA

      Hayasida, N. M. A., & Gorayeb, R. (2010). Intervenção cognitivo comportamental pré e pós cirurgia de revascularização do miocárdio, em Manaus/AM. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Hayasida NMA, Gorayeb R. Intervenção cognitivo comportamental pré e pós cirurgia de revascularização do miocárdio, em Manaus/AM. 2010 ;
    • Vancouver

      Hayasida NMA, Gorayeb R. Intervenção cognitivo comportamental pré e pós cirurgia de revascularização do miocárdio, em Manaus/AM. 2010 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021