Exportar registro bibliográfico

Resistência à corrosão de amálgamas e de liga à base de gálio, sem e com adesivos, através do método de perda de peso e análise da rugosidade de superficie (2002)

  • Autores:
  • Autor USP: ABREU, PAULO HUMAITA DE - FOB
  • Unidade: FOB
  • Sigla do Departamento: BAD
  • Assuntos: AMÁLGAMA; RUGOSIDADE SUPERFICIAL
  • Idioma: Português
  • Resumo: Avaliou-se a resistência à corrosão pelos testes de perda em imersão alternada (solução-ar) e as consequentes alterações produzidas nas superficies dos três materiais restauradores (os amálgamas dispersalloy e Tytin Plus, ambos de alto conteúdo de cobre, respectivamente do tipo fase dispersa e do tipo partícula única, assim como liga á base de gálio Galloy), não ou associados a dois sistemas adesivos (All-Bond 2 e PAAMA-2), observadas através da medição da rugosidade de superficie. Confeccionou-se dez corpos-de-prova, para cada condição específica, a partir de uma matriz metálica de aço inoxidável contendo cinco cavidades cilíndricas, com 10,7 mm de diâmetro por 3,0 mm de altura cada uma. Após o polimento, como é feito no caso de análises metalográficas, os espécimes foram pesados e levados ao rugosímetro para realizar as medições imediatamente. Estes foram submetidos à imersão alternada, na solução de sulfeto de sódio a 5%, por um período de 24 horas e novamente foi realizada apesagem e obtidos os valores de perda de peso. Depois da pesagem, os corpos- de prova foram levados novamente ao rugosímetro para obtenção dos valores médios de rugosidade de superficie. Os resultados foram registrados e submetidos à análise de variância, a dois critérios, e ao teste de contrastes de Tukey-Kramer. Dos resultados obtidos, concluiu-se que todos os espécimes perderam peso e tiveram sua rugosidade de superfície aumentada após a imersão em solução corrosiva, a ligaGalloy mostrou valores maiores, tanto no método de perda como no de rugosidade de superficie, quando comparada aos dois amálgamas; a liga Tytin Plus alcançou os melhores resultados, houve diferença estatisticamente significante entre os materiais restauradores, mas não houve entre os sistemas adesivos utilizados, mostrando comportamentos diferentes dependendo da combinação desses fatores
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.05.2002

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ABREU, Paulo Humaitá de; MONDELLI, José. Resistência à corrosão de amálgamas e de liga à base de gálio, sem e com adesivos, através do método de perda de peso e análise da rugosidade de superficie. 2002.Universidade de São Paulo, Bauru, SP, 2002.
    • APA

      Abreu, P. H. de, & Mondelli, J. (2002). Resistência à corrosão de amálgamas e de liga à base de gálio, sem e com adesivos, através do método de perda de peso e análise da rugosidade de superficie. Universidade de São Paulo, Bauru, SP.
    • NLM

      Abreu PH de, Mondelli J. Resistência à corrosão de amálgamas e de liga à base de gálio, sem e com adesivos, através do método de perda de peso e análise da rugosidade de superficie. 2002 ;
    • Vancouver

      Abreu PH de, Mondelli J. Resistência à corrosão de amálgamas e de liga à base de gálio, sem e com adesivos, através do método de perda de peso e análise da rugosidade de superficie. 2002 ;


Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2020