Exportar registro bibliográfico

Investigação do caráter evolutivo/adaptativo do comportamento-doente na transmissão de agentes infecciosos (2009)

  • Autores:
  • Autor USP: MARQUES, FERNANDO SILVEIRA - IB
  • Unidade: IB
  • Sigla do Departamento: BIF
  • Assuntos: COMPORTAMENTO ANIMAL; ANOREXIA
  • Idioma: Português
  • Resumo: O comportamento-doente é uma síndrome comportamental não-específica resultado da ativação do sistema imunitário. Anorexia, letargia e diminuição do comportamento exploratório são alguns dos sintomas que, tomados em conjunto, são responsáveis pela diminuição das atividades físicas do animal doente. O comportamento-doente é visto na literatura científica como uma resposta adaptativa ao desafio de combater o patógeno. Muitos autores assumem que a diminuição de atividade pode ser útil por economizar a energia utilizada com atividades rotineiras, permitindo realocá-la para ativação da resposta imunitária e expressão de febre, que são custosas energeticamente. Contudo, é controversa a teoria de economia de energia, pois, num momento de aumento do gasto energético, é esperado um aumento da procura por alimento- o comportamento-doente motiva o animal a fazer o contrário, diminui a atividade de forrageio. É, também, sugerido na literatura que o comportamento-doente pode conter a transmissãode patógenos. O nosso objetivo foi investigar se é plausível essa hipótese. Criamos um modelo baseado no indivíduo com consumidores e alimentos num ambiente virtual, e acompanhamos a transmissão do patógeno. Como a transmissão se dá pelo contato entre os consumidores, estudamos tipos de movimentação e adotamos a linha reta, que acreditamos ser compatível com o que é visto na natureza, tratamos disso no capítulo 2. Discutimos, também, a anorexia e suas conseqüências na manutenção dareserva energética, verificamos que isso oferece risco de morte ao consumidor doente (capítulo 3). Por fim, no capítulo 4 testamos o comportamento-doente e vimos que este pode conter a transmissão do patógeno de maneira significativa, sob a condição dos consumidores se agregarem na busca por comida. Porém, não concluímos se o comportamento-doente é adaptativo ou não
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.10.2009
  • Acesso à fonte
    Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARQUES, Fernando Silveira; CHAUI-BERLINCK, José Guilherme. Investigação do caráter evolutivo/adaptativo do comportamento-doente na transmissão de agentes infecciosos. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41135/tde-12012010-021612/ >.
    • APA

      Marques, F. S., & Chaui-Berlinck, J. G. (2009). Investigação do caráter evolutivo/adaptativo do comportamento-doente na transmissão de agentes infecciosos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41135/tde-12012010-021612/
    • NLM

      Marques FS, Chaui-Berlinck JG. Investigação do caráter evolutivo/adaptativo do comportamento-doente na transmissão de agentes infecciosos [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41135/tde-12012010-021612/
    • Vancouver

      Marques FS, Chaui-Berlinck JG. Investigação do caráter evolutivo/adaptativo do comportamento-doente na transmissão de agentes infecciosos [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41135/tde-12012010-021612/


Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021