Exportar registro bibliográfico

Diversidade bacteriana do gene 16s rRNA em carvão pirogênico de terra preta antropogênica da Amazônia Central e Oriental (2009)

  • Autores:
  • Autor USP: TERCETI, MATEUS DE SOUZA - CENA
  • Unidade: CENA
  • Assuntos: BACTÉRIAS; BIOLOGIA MOLECULAR; DNA; ECOLOGIA MICROBIANA
  • Idioma: Português
  • Resumo: A Terra Preta Antropogênica (TPA) tem essa denominação porque é encontrada em sítios arqueológicos, onde viveram grupos pré-históricos e é considerada um dos solos mais férteis do mundo. Nela é encontrada grande quantidade de material deixado por grupos indígenas como fragmentos cerâmicos, artefatos líticos, e especialmente carvão pirogênico. Estudos realizados com o carvão pirogênico verificaram que ele aumenta a capacidade de trocas catiônicas nesses solos. Por meio de microscopia de fluorencência, foi observada a presença de microrganismos habitando esse carvão, no entanto, não se sabe quais seriam. Devido à falta de informações sobre a diversidade bacteriana nessas estruturas, este trabalho estudou a diversidade bacteriana em amostras de carvão pirogênico de solos TPA coletadas nos sítios Lagoa Balbina (Amazônia Central- Amazonas) e Mina I (Amazônia Oriental - Pará), através de técnicas moleculares independentes de cultivo. O estudo visou também comparar essa diversidade com a encontrada no solo de onde carvão foi isolado. As estruturas de carvão foram separadas fisicamente dos solos e seu DNA genômico total extraído e usado como molde em reação de PCR utilizando oligonucleotídeos do gene 16S rRNA para o Domínio Bacteria. O produto da PCR foi clonado em vetor e os clones foram sequenciados e comparados com o banco de dados de 16S rRNA do RDPX. Com a construção das bibliotecas de clones do gene 16S rRNA a partir das amostras de carvão pirogênico observou-seque existe maior número de bactérias desconhecidas no carvão pirogênico do que no solo onde ele foi isolado continua... ) Acidobacteria foi o filo predominante nas bibliotecas de carvão pirogênico das duas localidades de estudo, assim como na biblioteca do solo do sítio Mina I. Já na biblioteca do solo do sítio Lagoa Balbina houve predominância do filo Firmicutes. Por meio do método de rarefação foi possível constatar uma menor riqueza de UTOs nas comunidades bacterianas presentes nas estruturas de carvão pirogênico quando comparado à riqueza de UTOs das comunidades bacterianas cujo habitat é o solo. Mas quando se compara a riqueza de UTOs entre as estruturas de carvão isoladas das duas localidades, observa-se que a riqueza é maior no sítio Mina I. Os valores obtidos com os índices de diversidade revelaram menor diversidade de UTOs nas bibliotecas obtidas para o carvão pirogênico das duas regiões estudadas se comparado dos valores para as bibliotecas obtidas do solo da mesma região. Os valores obtidos com os métodos não paramétricos revelaram maior riqueza de UTOs para as bibliotecas do carvão do sítio Mina I e solo TPA do sítio Balbina. A análise da PCA revelou que as bibliotecas do sítio Balbina mostraram-se altamente similares. Em adição, a análise com S-Libshuff, verificou que todas as bibliotecas comparadas são significativamente diferentes quanto à composição das comunidades bacterianas. O carvão pirogênico não é uma estrutura inerte, pois é capaz deser habitado por diferentes bactérias e a sua estrutura da comunidade bacteriana é diferente daquela de onde ele foi segregado
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.08.2009
  • Acesso à fonte
    Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TERCETI, Mateus de Souza; CALDAS, Danielle Gregorio Gomes. Diversidade bacteriana do gene 16s rRNA em carvão pirogênico de terra preta antropogênica da Amazônia Central e Oriental. 2009.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64133/tde-18122009-143646/ >.
    • APA

      Terceti, M. de S., & Caldas, D. G. G. (2009). Diversidade bacteriana do gene 16s rRNA em carvão pirogênico de terra preta antropogênica da Amazônia Central e Oriental. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64133/tde-18122009-143646/
    • NLM

      Terceti M de S, Caldas DGG. Diversidade bacteriana do gene 16s rRNA em carvão pirogênico de terra preta antropogênica da Amazônia Central e Oriental [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64133/tde-18122009-143646/
    • Vancouver

      Terceti M de S, Caldas DGG. Diversidade bacteriana do gene 16s rRNA em carvão pirogênico de terra preta antropogênica da Amazônia Central e Oriental [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64133/tde-18122009-143646/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021