Exportar registro bibliográfico

Beziehungsweise e suas correspondências em português (2008)

  • Autores:
  • Autor USP: TRISTãO, ALEXANDRE MICHELLIN - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLM
  • Assuntos: CONJUNÇÃO; LÍNGUA ALEMÃ (ESTUDO COMPARATIVO); TRADUÇÃO
  • Idioma: Português
  • Resumo: A presente dissertação tem por objetivos identificar os contextos de uso da conjunção beziehungsweise (bzw.) em textos escritos da língua alemã e estabelecer possíveis correspondências em português. A problemática levantada é a da expressão da alternatividade, sendo que o alemão possui uma palavra específica (beziehungsweise) para marcar situações que não são diferenciadas sintática e semanticamente em português. Para tanto, foi elaborado um corpus com 104 ocorrências autênticas de uso de bzw. retirados do site Wortschatz (Universidade de Leipzig, Alemanha), composto em sua grande maioria de exemplos provenientes da revista alemã Der Spiegel. Os exemplos foram traduzidos para o português e revisados por uma tradutora profissional. As ocorrências assim traduzidas foram agrupadas segundo as três possibilidades de uso de bzw. indicadas no Langenscheidt Grosswörterbuch Deutsch als Fremdsprache (2003), bem como segundo as suas traduções para o português. Todos os três tipos de uso estão representados no corpus. O tipo que expressa relação biunívoca, apesar de apresentar a menor freqüência de uso, é o mais homogêneo em termos de tradução para o português. O tipo com segunda maior freqüência é o de precisão da informação, no qual bzw. assume o papel de um focalizador, expandindo ou restringindo o foco da informação. O tipo de maior ocorrência expressa a alternatividade propriamente dita, sendo que bzw. pode ser usado para relacionar alternativas excludentes ou nãoexcludentes. Os resultados obtidos mostraram que, em português, as traduções mais apropriadas para beziehungsweise, de acordo com sua freqüência de uso, são as conjunções e, ou e o advérbio respectivamente. No entanto, os usos da conjunção beziehungsweise em alemão atualmente não se restringem às correspondências indicadas nos dicionários bilíngües alemão-português.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.08.2008
  • Acesso à fonte
    Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TRISTÃO, Alexandre Michellin; MEIRELES, Selma Martins. Beziehungsweise e suas correspondências em português. 2008.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8144/tde-04082009-145756/ >.
    • APA

      Tristão, A. M., & Meireles, S. M. (2008). Beziehungsweise e suas correspondências em português. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8144/tde-04082009-145756/
    • NLM

      Tristão AM, Meireles SM. Beziehungsweise e suas correspondências em português [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8144/tde-04082009-145756/
    • Vancouver

      Tristão AM, Meireles SM. Beziehungsweise e suas correspondências em português [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8144/tde-04082009-145756/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021