Exportar registro bibliográfico

Substituição do milho moído fino por polpa cítrica e /ou farelo de glúten de milho em rações para bovinos terminados em confinamento (2009)

  • Autores:
  • Autor USP: MOSCARDINI, MIRELLA COLOMBO - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LZT
  • Assuntos: AMIDO; BOVINOS DE CORTE; CONFINAMENTO ANIMAL; DIGESTIBILIDADE; FARELOS; MILHO; POLPA; RAÇÃO; SUBPRODUTOS PARA ANIMAIS; VALOR NUTRITIVO
  • Idioma: Português
  • Resumo: Foram conduzidos dois experimentos no Departamento de Zootecnia da ESALQ/USP com o objetivo de estudar a substituição do milho moído fino pelos co-produtos farelo de glúten de milho e polpa cítrica peletizada em rações para bovinos terminados em confinamento. No Experimento 1 foram utilizados 88 machos cruzados (½ Braunvieh ¼ Angus ¼ Nelore) não castrados (407 kg), distribuídos em 24 baias por 57 dias. As rações continham 12% de bagaço de cana in natura e 88% de concentrado. Os tratamentos foram: (1) milho moído fino (M); (2) milho moído fino e farelo úmido de glúten de milho (MFUG); (3) polpa cítrica peletizada (P); (4) polpa cítrica peletizada e farelo úmido de glúten de milho (PFUG). O GPD e a EA dos animais não diferiram entre os tratamentos (P>0,05), porém houve efeito da fonte energética sobre a IMS, que foi maior para as rações com milho (P0,05), mas houve interação (P0,05) na IMS, GPD e EA para os tratamentos utilizados. A área de olho de lombo e espessura de gordura não foram afetadas pelos tratamentos, bem como as características qualitativas de carne (P>0,05). Acompanhando os resultados de desempenho, o valor energético das rações não diferiram entre si (P>0,05). Através dos resultados de ELm e ELg observados/esperados, concluiu-se que o milho brasileiro tem seu valor energético inferior ao milho descrito pelo NRC (1996). Os valores de energia do milho (ELm e ELg de 2,24 e 1,55 Mcal/kg) preditos através do amido fecal são semelhantes aosvalores tabulados para o milho quebrado americano e superiores ao do milho moído. Com os resultados obtidos é possível afirmar que o farelo de glúten de milho e a polpa cítrica peletizada podem ser utilizados em substituição parcial ao milho moído fino e quando combinados, em substituição total ao milho moído fino em rações com altos teores de concentrado para bovinos em terminação, sem prejuízos ao desempenho e ) características de carcaça.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.02.2009
  • Acesso à fonte
    Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MOSCARDINI, Mirella Colombo; SANTOS, Flavio Augusto Portela. Substituição do milho moído fino por polpa cítrica e /ou farelo de glúten de milho em rações para bovinos terminados em confinamento. 2009.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-11032009-102302/ >.
    • APA

      Moscardini, M. C., & Santos, F. A. P. (2009). Substituição do milho moído fino por polpa cítrica e /ou farelo de glúten de milho em rações para bovinos terminados em confinamento. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-11032009-102302/
    • NLM

      Moscardini MC, Santos FAP. Substituição do milho moído fino por polpa cítrica e /ou farelo de glúten de milho em rações para bovinos terminados em confinamento [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-11032009-102302/
    • Vancouver

      Moscardini MC, Santos FAP. Substituição do milho moído fino por polpa cítrica e /ou farelo de glúten de milho em rações para bovinos terminados em confinamento [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-11032009-102302/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021