Exportar registro bibliográfico

Monitoramento de antifúngicos em plasma e líquor de pacientes portadores de miningite criptocócica e AIDS através de cromatografia líquida de alta eficiência -UV/Vis (2007)

  • Autores:
  • Autor USP: PEREZ, GRAZZIELA SAMANTHA - FCF
  • Unidade: FCF
  • Sigla do Departamento: FBF
  • Assuntos: ANTIFÚNGICOS (MONITORAMENTO); CROMATOGRAFIA LÍQUIDA DE ALTA EFICIÊNCIA (ANÁLISE QUÍMICA); FARMACOTERAPIA (AVALIAÇÃO)
  • Idioma: Português
  • Resumo: Desenvolveram-se métodos bioanalíticos para determinação de anfotericina B e fluconazol em apenas 200 'MICROLITROS' L de plasma e líquor (LCR) através da cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE UV-VIS). A anfotericina B foi determinada através de CLAE-VIS utilizando p-nitrofenol como padrão interno, após purificação das matrizes biológicas com acetonitrila, seguida da análise em coluna Nova Pak C18 (150 x 3,9mm, 4 micron) e fase móvel constituída por tampão acetato 0,1M pH 5,0 e acetonitrila (50:50,v/v) 0,5mL/min em 385nm; o tempo de corrida foi 15 min. Através da validação o método mostrou-se robusto com 0,2-25,0 'MICROGRAMAS'/mL(linearidade, r 'POT.2' 0,9999), LD 0,1 'MICROGRAMAS'/mL, precisão (5,4 'POR CENTO' e 6,9 'POR CENTO'), exatidão expressa através do erro sistemático (3,3 'POR CENTO' e 2,2 'POR CENTO': intra e interdias). Os estudos de estabilidade evidenciaram 1,0 'POR CENTO' para o erro sistemático e 3 'POR CENTO' de precisão na bandeja (tempo e condição de análise por 24 h), e os ciclos de congelamento evidenciaram boa estabilidade uma vez que todos os ensaios foram realizados em Laboratório de luz amarela. O fluconazol foi determinado através de CLAE-UV utilizando carbamazepina como padrão interno, após purificação das matrizes biológicas pela extração líquido-líquido com diclorometano em meio alcalino, seguido da análise em coluna Nova Pak C18 (150 x 3,9mm, 4 micron) e fase móvel constituída por água UP e acetonitrila (70:30,v/v) 0,5mL/min em210nm; o tempo de corrida foi 15 min. O método mostrou-se robusto com 0,2-250 'MICROGRAMASS'/mL(linearidade, r 'POT.2' 0,9998), LD 0,1 'MICROGRAMAS'/mL, com boa recuperação absoluta (98 'POR CENTO') e relativa (100 'POR CENTO'), precisão 0,5 'POR CENTO'/1,3 'POR CENTO', exatidão expressa através do erro sistemático (1,2 'POR CENTO'). Evidenciou-se ótima estabilidade para os extratos em bandeja (tempo e condição de ) análise por 24 h), na longa duração ('MENOS' 20 'GRAUS CENTÍGRADOS', 9 meses) e através dos ciclos de congelamento. Investigaram-se 21 pacientes adultos de ambos os sexos portadores de meningite criptocócica com AIDS após internação emergencial em terapia de alta dose com anfotericina B (1mg/Kg) e fluonazol (400 mg, 12/12 horas) durante 12 semanas. O monitoramento das concentrações de anfotericina B e fluconazol no plasma e no LCR forneceram as razões que permitiram estimar a penetração dos antifúngicos no SNC. Obtiveram-se concentrações de anfotericina B, médias (IC95 'POR CENTO'): 2,30 (0,02-5,08) 'MICROGRAMAS'/mL no plasma e 0,30 (0,19-0,36) 'MICROGRAMAS'/mL no LCR. As concentrações do fluconazol, médias (IC95 'POR CENTO') foram: 31,7 (20,1-43,3) 'MICROGRAMAS'/mL no plasma e 19,4 (11,1-27,7) 'MICROGRAMAS'/mL no LCR. Com base nos resultados obtidos conclui-se que a penetração da anfotericina B foi insuficiente (10-27 'POR CENTO'), enquanto que a do fluconazol mostrou-se adequada com valores médios (IC95 'POR CENTO') de 67 (47-87 'PORCENTO')
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.12.2007
  • Acesso à fonte
    Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PEREZ, Grazziela Samantha; SANTOS, Silvia Regina Cavani Jorge. Monitoramento de antifúngicos em plasma e líquor de pacientes portadores de miningite criptocócica e AIDS através de cromatografia líquida de alta eficiência -UV/Vis. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-29012009-161359/ >.
    • APA

      Perez, G. S., & Santos, S. R. C. J. (2007). Monitoramento de antifúngicos em plasma e líquor de pacientes portadores de miningite criptocócica e AIDS através de cromatografia líquida de alta eficiência -UV/Vis. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-29012009-161359/
    • NLM

      Perez GS, Santos SRCJ. Monitoramento de antifúngicos em plasma e líquor de pacientes portadores de miningite criptocócica e AIDS através de cromatografia líquida de alta eficiência -UV/Vis [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-29012009-161359/
    • Vancouver

      Perez GS, Santos SRCJ. Monitoramento de antifúngicos em plasma e líquor de pacientes portadores de miningite criptocócica e AIDS através de cromatografia líquida de alta eficiência -UV/Vis [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-29012009-161359/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021