Exportar registro bibliográfico

O discurso médico, a função materna e a "crianças com problemas" (2007)

  • Autores:
  • Autor USP: PADUA, MICHELLE GOMES DE - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Assuntos: PSICANÁLISE; ANÁLISE DO DISCURSO; MÃES (RELAÇÃO)
  • Idioma: Português
  • Resumo: Fundamentado-se nas perspectivas teóricas da análise de discurso de orientação francesa e da psicanálise lacaniana, a presente pesquisa pretende investigar nos discursos de mães de crianças "com problemas" , as relações subjetivas que se constituem a partir do diagnóstico do problema da criança, a fim de detectar se, e como, o funcionamento desses discursos representa (ou antecipa) a criança como um ser "patológico" ou com uma certa "insuficiência". Pretendemos também observar a relação entre o discurso médico, a função materna e a criança "com problemas". Os sujeitos da pesquisa são duas mães de crianças com idade de zero a oito anos, de ambos os sexos, que ,receberam algum diagnóstico médico (deficiência, malformação ou doença). Foram realizadas entrevistas com base num roteiro semi-estruturado. Houve como proposta, escutar os discursos significando não só o que era dito, mas também os silêncios, as hesitações, os esquecimentos, ou seja, buscar indícios nos próprios significantes produzidos. Guia-se, portanto, para a busca de pistas que indiciam os efeitos, as marcas da ideologia e do inconsciente. Parte-se do pressuposto a partir das formulações lacanianas e da AD que antes de a criança nascer há uma pré-história que a antecede e que nela produzirá marcas constituintes de seu lugar na cultura/no simbólico. O nascimento de um filho vai ocupar um lugar entre os sonhos perdidos da mãe, o filho vem para preencher o vazio tendo como missão reparar oque na história da mãe foi julgado deficiente, sentido como falta ou prolongar aquilo que ela teve que renunciar. A partir destas colocações cabe-nos pensar o que acontece quando o nascimento do bebê é marcado pela dor, por uma profunda ferida narcísica, quando a criança não é significada como "Sua Majestade, o Bebê". Podemos pensar nos desdobramentos possíveis do diagnóstico dado na infância. Há casos em que esses diagnósticos são feitos logo após o nascimento e muitas vezes acompanhados por prognósticos de limitações no desempenho do sujeito no futuro, o que provoca nas mães vários efeitos. Nas entrevistas analisadas, notamos que as mães falam enquanto sujeito de uma determinada ideologia sobre o "ser mãe" e a respeito do lugar em que as crianças "com problemas" são vistas pela sociedade; considerando que a visão de uma doença, deficiência e mal-formação são frutos de relações de poder historicamente determinadas. Nas entrevistas há indícios de sentidos que possivelmente estão sendo (re) tomados e/ou deslocados. Os sentidos de "falha", "falta", "limitação" são ressaltados. Trata-se de um elemento ideológico, que ainda é dominante em nossa cultura, que valoriza a imagem e a produção. Essas crianças são vistas como "anormais", como "desvio", como aquelas que fogem de um "padrão". As mães mostram estar "presas" a um discurso imaginário ideologicamente dominante. O diagnóstico pode interromper ou modificar o investimento da mãe em relaçãoao filho pelo sofrimento e decepção de não terem gerado um filho perfeito como o de seus sonhos. Notamos que a entrada do diagnóstico médico na relação mãe-filho bloqueia o "olhar", impedindo que a mãe antecipe (antecipação imaginária) um filho capaz de fazer determinadas produções por estar colocado no lugar do "déficit", do "especial" e do "diferente"
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.12.2007

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PÁDUA, Michelle Gomes de; TFOUNI, Leda Verdiani. O discurso médico, a função materna e a "crianças com problemas". 2007.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2007.
    • APA

      Pádua, M. G. de, & Tfouni, L. V. (2007). O discurso médico, a função materna e a "crianças com problemas". Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Pádua MG de, Tfouni LV. O discurso médico, a função materna e a "crianças com problemas". 2007 ;
    • Vancouver

      Pádua MG de, Tfouni LV. O discurso médico, a função materna e a "crianças com problemas". 2007 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021