Exportar registro bibliográfico

Avaliação comparativa do impacto do emprego de técnicas de programação defensiva na segurança de sistemas críticos (2007)

  • Autores:
  • Autor USP: SECALL, JORGE MARTINS - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PCS
  • Assuntos: SOFTWARES; FALHAS COMPUTACIONAIS (PREVENÇÃO E CONTROLE); SEGURANÇA DE SOFTWARE
  • Idioma: Português
  • Resumo: Com o objetivo da redução do tempo de desenvolvimento de produtos comerciais, hardwares padronizados, como microcontroladores e microprocessadores dedicados, tem sido largamente empregados em aplicações críticas, transferindo para o software elementos até então de responsabilidade exclusiva do hardware. Técnicas de programação defensiva são mecanismos preventivos contra a ocorrência de falhas de hardware ou de software. Para a verificação da robustez de sistemas de aplicações críticas, técnicas de injeção de falhas foram desenvolvidas, propiciando o teste dos mecanismos fault tolerant em condições muito semelhantes as do ambiente operacional real. A introdução de técnicas de programação defensiva aumenta a robustez dos sistemas de aplicações críticas. Entretanto, a medida dos SIL proposta pela IEC61508 é uma avaliação analítica. Não há na extensa literatura pesquisada, qualquer referência a uma avaliação quantitativa das técnicas de programação defensiva. Essa tese é a descrição de um trabalho experimental, que se organiza em algumas etapas. Primeiro, algumas técnicas de programação defensiva são apresentadas, caracterizadas e eleitas como objeto de avaliação. A seguir, técnicas de injeção de falhas são descritas e uma delas é eleita como meio de teste do trabalho experimental. A partir daí, as técnicas de programação defensiva são verificadas sob o enfoque da técnica de injeção de falhas escolhida, individualmente no início, e a seguir através de uma série deamostras escolhidas pela combinação linear das técnicas de programação defensiva eleitas. O resultado é uma avaliação quantitativa relativa da eficiência de algumas técnicas de programação defensiva na capacidade de tolerância a falhas de sistemas de aplicações críticas. Ao final, indicações de continuidade do trabalho são apresentadas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.02.2007
  • Acesso à fonte
    Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SECALL, Jorge Martins; CAMARGO JÚNIOR, João Batista. Avaliação comparativa do impacto do emprego de técnicas de programação defensiva na segurança de sistemas críticos. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3141/tde-06072007-154142/ >.
    • APA

      Secall, J. M., & Camargo Júnior, J. B. (2007). Avaliação comparativa do impacto do emprego de técnicas de programação defensiva na segurança de sistemas críticos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3141/tde-06072007-154142/
    • NLM

      Secall JM, Camargo Júnior JB. Avaliação comparativa do impacto do emprego de técnicas de programação defensiva na segurança de sistemas críticos [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3141/tde-06072007-154142/
    • Vancouver

      Secall JM, Camargo Júnior JB. Avaliação comparativa do impacto do emprego de técnicas de programação defensiva na segurança de sistemas críticos [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3141/tde-06072007-154142/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021