Exportar registro bibliográfico

Análise dos MicroRNAs miR-223 e miR-155 em Leucemia Linfocítica crônica (2007)

  • Autores:
  • Autor USP: NASCIMENTO, ELIANA DA SILVA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RGE
  • Assunto: LEUCENA (GENÉTICA)
  • Idioma: Português
  • Resumo: A Leucemia Linfocítica Crônica (LLC) é uma desordem linfoproliferativa, caracteriza- se pela expansão clonal dos linfócitos. Acomete principalmente indivíduos idosos e sua incidência aumenta exponencialmente com a idade tanto em homens quanto em mulheres. Sua origem ainda não é totalmente compreendida, mas acredita-se que 'as células B leucêmicas derivam de linfócitos B maduros, imunologicamente competentes e que já tiveram contato com o antígeno. Vários estudos vêm sendo realizados na tentativa de compreender a patogênese dessa doença. Atualmente, estudos envolvendo microRNAs vem ganhando destaque. Os microRNAs são moléculas que tem função de reguladores póstrasncricionais. Sua desregulação está associada ao desenvolvimento de câncer. Uma associação entre LLC e microRNA é demonstrada no trabalho de Calin e colaboradores onde eles afirmam que um padrão de expressão de microRNA está fortemente associado com os fatores prognóstico da LLC e que os microRNAs podem ser usados como marcadores prognósticos, além disso, eles encontraram mutações em dois microRNAs, miR-16-1 e miR-15a, e sugerem que essa classe de genes está envolvida na patogênese da LLC e que alguns microRNAs podem funcionar como supressores de tumor. Neste trabalho, em uma biblioteca de SAGE de amostras de LLC mutada e não-mutada dois genes alvos de cada microRNA foram selecionados para validação: HLA-DOB, CD72 (alvos do miR-155), THAP7 e HAX1 (alvos de miR- 223). O critério adotado na escolha dosalvos dos microRNAs mir-223 e mir-155 foi a expressão inversa dos alvos em relação a dos microRNAs. Este critério parte do princípio de que os microRNAs modelam a expressão de seus alvos negativamente. A análise de expressão dos alvos dos microRNAs em amostras de LLC mutada e não-mutada pelo método de qRT -PCR confirmou a expressão revelada pelos dados de SAGE. Os dados de qRT -PCR dos microRNAs e de seus alvos plotados em conjunto revelou que os genes CD72, HAX-1 e THAP7 e seus respectivos microRNAs apresentaram expressão opostas mais clara, porém no caso do gene HLA-DOB, foi apresentado apenas uma ligeira inversão de expressão em relação seu microRNA. Este trabalho descreve uma abordagem alternativa para identificar novos alvos de microRNAs através da avaliação simultanea da expressão dos microRNAs e de seus alvos no mesmo experimento de SAGE e ainda propõe a validação de alvos de microRNAs a partir de dados de SAGE. Dos alvos selecionados o gene CD72 representa um excelente candidato a alvo terapêutico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.03.2007

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      NASCIMENTO, Eliana da Silva; SILVA JUNIOR, Wilson Araújo da. Análise dos MicroRNAs miR-223 e miR-155 em Leucemia Linfocítica crônica. 2007.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2007.
    • APA

      Nascimento, E. da S., & Silva Junior, W. A. da. (2007). Análise dos MicroRNAs miR-223 e miR-155 em Leucemia Linfocítica crônica. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Nascimento E da S, Silva Junior WA da. Análise dos MicroRNAs miR-223 e miR-155 em Leucemia Linfocítica crônica. 2007 ;
    • Vancouver

      Nascimento E da S, Silva Junior WA da. Análise dos MicroRNAs miR-223 e miR-155 em Leucemia Linfocítica crônica. 2007 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021