Exportar registro bibliográfico

Efeitos da suplementação com zinco na redução do estresse oxidativo em indivíduos com diabetes mellitus do tipo 2 (2006)

  • Autores:
  • Autor USP: SILVA, VANUSKA LIMA DA - FCF
  • Unidade: FCF
  • Sigla do Departamento: FBA
  • Assuntos: SUPLEMENTAÇÃO ALIMENTAR (EFEITOS BIOLÓGICOS); ZINCO (APLICAÇÕES TERAPÊUTICAS); DIABETES MELLITUS (ESTUDO CLÍNICO)
  • Idioma: Português
  • Resumo: O zinco é um elemento-traço essencial que está envolvido em diferentes processos metabólicos. Possui função antioxidante, uma vez que faz parte da estrutura da enzima superóxido dismutase (CuZn-SOD), atua na restrição da produção endógena de radicais livres e, na estabilização da estrutura de membranas. Diabéticos geralmente apresentam deficiência de zinco, além de possuírem um grau aumentado de estresse oxidativo, que é gerado pela própria doença. . Portanto o presente estudo teve como objetivo verificar se a suplemêntação com zinco em pacientes com diabetes mellitus do tipo 2 poderia melhorar as características indicativas de dano oxidativo. O estudo realizado foi duplo cego, sendo administrado zinco aminoquelado (20mg/dia) e placebo, durante 6 meses, sendo os parâmetros do estudo avaliados antes e depois da suplementação, para que fosse possível se observar as mudanças nos parâmetros indicativos do estresse oxidativo. Na avaliação antropométrica, se verificou peso, estatura, medidas da cintura e bioimpedância elétrica. Foi feita a avaliação dos parâmetros glicêmicos e lipídicos, do mineral zinco, bem como dos indicadores de estresse oxidativo, incluindo os óxidos de colesterol e os autoanticorpos anti-lDl eletronegativa. A avaliação alimentar foi realizada por meio do registro de consumo alimentar. Como resultados, podemos ressaltar alta prevalência de sobrepesolobesidade. Após a suplementação, as concentrações do zinco no plasma e eritrócito tiveramum leve aumento, passando de 68 'MAIS OU MENOS'10 para 72,9 'MAIS OU MENOS'13 'MICROGRAMAS'/dl, e de 40,7 'MAIS OU MENOS'6,2 para 43 'MAIS OU MENOS'6,8 'MICROGRAMAS'Zn/gHb, respectivamente, entretanto, este aumento não foi estatisticamente ) significativo. Também não foram encontradas diferenças significativas nas concentrações dos autoanticorpos anti-LDl eletronegativa e do total dos óxidos de colesterol, apesar de existir tendência de melhora destes parâmetros
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.05.2006
  • Acesso à fonte
    Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Vanuska Lima da; ABDALLA, Dulcinéia Saes Parra. Efeitos da suplementação com zinco na redução do estresse oxidativo em indivíduos com diabetes mellitus do tipo 2. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9132/tde-24082017-111849/pt-br.php >.
    • APA

      Silva, V. L. da, & Abdalla, D. S. P. (2006). Efeitos da suplementação com zinco na redução do estresse oxidativo em indivíduos com diabetes mellitus do tipo 2. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9132/tde-24082017-111849/pt-br.php
    • NLM

      Silva VL da, Abdalla DSP. Efeitos da suplementação com zinco na redução do estresse oxidativo em indivíduos com diabetes mellitus do tipo 2 [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9132/tde-24082017-111849/pt-br.php
    • Vancouver

      Silva VL da, Abdalla DSP. Efeitos da suplementação com zinco na redução do estresse oxidativo em indivíduos com diabetes mellitus do tipo 2 [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9132/tde-24082017-111849/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021