Exportar registro bibliográfico

Desenvolvimento e avaliação da eficácia de formulações dermocosméticas contendo lipossomas veiculando fosfato de ascorbil magnésio ou a associação deste com quinetina e ácido lipóico (2006)

  • Autores:
  • Autor USP: AQUINO, NELIO CEZAR DE - FCFRP
  • Unidade: FCFRP
  • Sigla do Departamento: S/D
  • Assuntos: COSMÉTICOS; COSMETOLOGIA; TECNOLOGIA FARMACÊUTICA
  • Idioma: Português
  • Resumo: O aumento da demanda; acompanhado das exigências feitas pelas agências reguladoras de saúde ao setor cosmético, tem levado a investimentos em novas tecnologias para o desenvolvimento de formulações cosméticas capazes de prevenirem e/ou de tratarem o envelhecimento cutâneo. Uma tendência é o desenvolvimento de produtos cosméticos que associam mais de uma substância ativa em uma única formulação, o que aumenta a adesão do usuário ao tratamento devido à sua simplificação. A associação de fosfato de ascorbil magnésio (FAM), quinetina e ácido a-lipóico (AL) foi proposta buscando somar os possíveis beneficios de cada uma dessas substâncias à pele, tais como umectação, melhorias da função de barreira e das propriedades mecânicas. No entanto, uma formulação dermocosmética estável contendo estas substâncias não seria possível sem a utilização de um vetor apropriado, que as estabilizasse. Desta forma, essa associação foi desenvolvida em uma preparação lipossomada visando estabilidade e melhoramento de suas atividades. Em virtude do exposto, o presente trabalho teve como objetivo desenvolver formulações dermocosméticas estáveis contendo lipossomas plurivesiculares multilamelares (PMLs) veiculando FAM a 2% (FlF), ou este a 3% associado a 1% de quinetina e 1% AL (FlK), e avaliar os efeitos destas na hidratação e nas propriedades mecânicas da pele humana por meio da bioengenharia cutânea. Para tal, foram elaboradas três bases cosméticas que foram avaliadas quanto àestabilidade fisica e sensorial, sendo que a de melhor desempenho foi escolhida para ser suplementada com 10% de PMLs "vazios" (FlV) ou de 10% de PMLs veiculando substâncias ativas contra o envelhecimento. A estabilidade fisica das formulações contendo PMLs também foi avaliada. Para avaliar os efeitos imediatos na pele após uma única aplicação das formulações, foram realizadas medidas do conteúdo aquoso do estrato córneo, da perda de água transepidermica (TEWL) e da viscoelasticidade na região posterior do antebraço de 10 voluntárias, antes e após I e 2 horas da aplicação da base selecionada (Fl), ou FlV, ou de FlK, ou ainda de F1F. Para a avaliação dos efeitos a longo prazo, 30 voluntárias, divididas em dois grupos, aplicaram as formulações objeto de estudo, sendo uma em cada antebraço, durante 45 dias. Foram realizadas medidas do conteúdo aquoso do estrato córneo, TEWL e da viscoelasticidade da pele antes e após 15 e 30 e 45 dias do início do tratamento. Após análise estatística, foi possível observar que as formulações contendo PMLs foram capazes de aumentar o conteúdo aquoso da pele após 1 e 2 horas e ainda após 15, 30 e 45 dias de tratamento quando comparado aos valores cutâneos basais. Nos valores de perda transepidérmica do estrato córneo, houve diminuição nas regiões tratadas com todas as formulações após 1 ou 2 horas, sendo que não houve alteração significativa nestes valores a longo prazo. As regiões da pele tratadascom FlF e F1K apresentaram valores de perda transepidérmica significativamente menores em relação ao obtido por Fl após 1 hora, mas estas diferenças não se mantiveram após 2 horas. Não houve melhorias nas propriedades mecânicas da pele das voluntárias nas regiões tratadas com as formulações objetos de estudo, em relação à área tratada com Fl e à área controle, a curto prazo. No entanto, a longo prazo, foi possível concluir que houve melhorias na viscoelasticidade da pele (R6) das voluntárias nas regiões tratadas com FlF e FlK quando comparadas às áreas tratadas com o Fl e FlV, em função do tempo. Após 45 dias, os valores medidos para R6 na região tratada com FlK foram significativamente superiores aos valores obtidos nas áreas tratadas com FlF. Desta forma, podemos concluir que as técnicas de bioengenharia cutânea foram capazes de medir as alterações na hidratação, TEWL e elasticidade da pele após aplicação das formulações objeto de estudo, sendo útil na comprovação da atividade de produtos cosméticos sobre a pele. Finalmente, de acordo com os resultados obtidos, este trabalho apresentou como contribuição a comprovação científica da eficácia das substâncias objeto de estudo quando lipossomadas e incorporadas em formulações dermocosméticas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.08.2006

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      AQUINO, Nélio Cézar de; CAMPOS, Patrícia Maria B. G. Maia. Desenvolvimento e avaliação da eficácia de formulações dermocosméticas contendo lipossomas veiculando fosfato de ascorbil magnésio ou a associação deste com quinetina e ácido lipóico. 2006.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2006.
    • APA

      Aquino, N. C. de, & Campos, P. M. B. G. M. (2006). Desenvolvimento e avaliação da eficácia de formulações dermocosméticas contendo lipossomas veiculando fosfato de ascorbil magnésio ou a associação deste com quinetina e ácido lipóico. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Aquino NC de, Campos PMBGM. Desenvolvimento e avaliação da eficácia de formulações dermocosméticas contendo lipossomas veiculando fosfato de ascorbil magnésio ou a associação deste com quinetina e ácido lipóico. 2006 ;
    • Vancouver

      Aquino NC de, Campos PMBGM. Desenvolvimento e avaliação da eficácia de formulações dermocosméticas contendo lipossomas veiculando fosfato de ascorbil magnésio ou a associação deste com quinetina e ácido lipóico. 2006 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021