Exportar registro bibliográfico

Modelo de alocação de custos baseado na teoria dos jogos cooperativos: uma aplicação para o controle dos custos de departamentos de serviços internos (2005)

  • Autores:
  • Autor USP: BEZERRA, FRANCISCO ANTONIO - FEA
  • Unidade: FEA
  • Sigla do Departamento: EAC
  • Assuntos: CONTABILIDADE DE CUSTO; CONTROLE DE CUSTOS; TEORIA DOS JOGOS; BANCOS; TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
  • Idioma: Português
  • Resumo: A alocação de custos é um problema presente em todas as organizações que trabalham com elevados custos fixos e cuja característica do negócio permite com que diversos produtos/serviços utilizem uma estrutura comum para serem disponibilizados aos clientes. A alocação de custos pode ocorrer, em um primeiro momento, dos departamentos de serviços para os departamentos operacionais e, após isso, pode ocorrer também dos departmentos operacionais para os produtos e serviços da empresa. Este trabalho trata do problema da alocação de custos entre os departamentos de serviços e os departamentos usuários dos serviços internos. O modelo de alocação de custos aqui apresentado incorpora conceitos que fazem com que os valores de alocação resultantes do sistema de custos interfiram de forma positiva na empresa e, particularmente, no comportamento dos gestores dos departamentos (Teoria da Utilidade) no que se refere à perspectiva do controle de custos. O modelo também integra conceitos que auxiliam no cálculo de uma alocação de custos considerada "justa" pelos usuários dos serviços internos (Teoria dos Jogos Cooperativos). O ferramental de cálculo implementado neste trabalho está apoiado no trabalho apresentado por Shapley (1953). O estudo de Shapley indicou que os participantes de um jogo podem melhorar seus resultados (reduzir custos) ao realizar coalizões com os demais jogadores. No caso da alocação de custos, a proposição de Shapley resolve o problema de como encontrar ocusto marginal que cada departamento usuário causa pela utilização de estruturas comuns. O modelo de alocação custos aqui desenvolvido utiliza-se do cálculo do custo marginal do uso das estruturas comuns por usuário para definir a parcela de custos a ser alocada para cada departamento. Além disso, aplica-se o modelo proposto em um departamento de Tecnologia da Informação de uma grande instituição financeira. O caso aqui apresentado tem o intuito de demonstrar que existem peculiaridades do modelo de alocação de custos que devem ser ajustadas de acordo com o serviço interno tratado pelo sistema de alocação de custos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.09.2005

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BEZERRA, Francisco Antonio; NASCIMENTO, Diogo Toledo do. Modelo de alocação de custos baseado na teoria dos jogos cooperativos: uma aplicação para o controle dos custos de departamentos de serviços internos. 2005.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.
    • APA

      Bezerra, F. A., & Nascimento, D. T. do. (2005). Modelo de alocação de custos baseado na teoria dos jogos cooperativos: uma aplicação para o controle dos custos de departamentos de serviços internos. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Bezerra FA, Nascimento DT do. Modelo de alocação de custos baseado na teoria dos jogos cooperativos: uma aplicação para o controle dos custos de departamentos de serviços internos. 2005 ;
    • Vancouver

      Bezerra FA, Nascimento DT do. Modelo de alocação de custos baseado na teoria dos jogos cooperativos: uma aplicação para o controle dos custos de departamentos de serviços internos. 2005 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021