Exportar registro bibliográfico

Métodos bayesianos e a priori multiescala em fMRI (2003)

  • Autores:
  • Autor USP: AMARAL, SELENE DA ROCHA - IF
  • Unidade: IF
  • Sigla do Departamento: FGE
  • Assuntos: RESSONÂNCIA MAGNÉTICA; MECÂNICA ESTATÍSTICA
  • Idioma: Português
  • Resumo: Imagem funcional por ressonância magnética (fMRI) é uma técnica usada para estudar a localização de atividade no cérebro humano em funcionamento. Durante um experimento de fMRI, uma sequência de imagens por ressonância magnética é adquirida enquanto um indivíduo deesempenha tarefas comportamentais específicas. Mudanças no sinal medido podem ser usados para identificar e caracterizar a atividade cerebral resultante da tarefa desempenhada. Duas questões centrais na análise dos dados de fMRI adquiridos durante uma estimulação periódica são: i) como medir a resposta determinada experimentalmente em séries temporais de fMRI; e ii) como decidir se uma resposta aparente é significativa. Neste trabalho, nossos esforços são direcionados para tentar resolver a segunda questão. Assim, estudamos dois algoritmos inspirados em m todos bayesianos: o método de pixel independente e um novo método multigrid bayesiano. Os resultados obtidos em aplicações a dados artificiais do método de pixel independente, mostraram a importância da informação a priori no erro total de atribuição de atividade. A fim de direcionar o problema de atribuição a priori de um único pixel, propomos um esquema interativo que origina-se do fato que pixels individuais tendem a estar agrupados. Ele é baseado em uma aplicação de multiescalas de idéias bayesianas. Seu objetivo é construir uma distribuição de probabilidade a priori para atribuição de atividade a um dado pixel a partir das propriedades deatribuição de atividade a uma região de grande escala. Assim permite introduzir um prior local a partir das propriedades globais da imagem. A atribuição de atividade, o resultado principal do algoritmo, é proporcional à distribuição de probabilidade posterior no final da escala, aquele de um pixel. Estudamos dados artificiais e reais fornecidos de um simples experimento motor. Os resultados, ainda preliminares, são muito positivos. Também apontamos várias ) direções para pesquisa futura que podem possivelmente ajudar a fazer esta nova técnica útil em um nível prático
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.08.2003

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      AMARAL, Selene da Rocha; CATICHA, Nestor. Métodos bayesianos e a priori multiescala em fMRI. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Amaral, S. da R., & Caticha, N. (2003). Métodos bayesianos e a priori multiescala em fMRI. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Amaral S da R, Caticha N. Métodos bayesianos e a priori multiescala em fMRI. 2003 ;
    • Vancouver

      Amaral S da R, Caticha N. Métodos bayesianos e a priori multiescala em fMRI. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021