Exportar registro bibliográfico

Variação do número de neurônios imunorreativos ao receptor para estradiol do locus coeruleus e da área pré-óptica em ratas (2003)

  • Autores:
  • Autor USP: POLETINI, MARISTELA DE OLIVEIRA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RFI
  • Assunto: FISIOLOGIA DO CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO
  • Idioma: Português
  • Resumo: A ocorrência dos picos pré-ovulatórios de gonadotrofinas (Gn) depende da liberação de hormômio liberador de gonadotrofinas (GnRH), produzido principalmente na área pré-óptica (APO), que por sua vez depende da ação dos estrógenos no sistema nervoso central (SNC). Além de atuar na APO, tem sido proposto que este hormônio atue em outros neurônios modulando indiretamente a secreção de GnRH. Desde que, a lesão eletrolílica do locus coeruleus (LC) bloqueia estes picos e que há um aumento de atividade destes neurônios no momento do pico pré-ovulatório, o objetivo deste trabalho foi determinar se estes neurônios são imunorreativos ao receptor de estradiol do tipo alfa (ER'alfa'+) e se há variação no número de neurônios ER'alfa'+ nestes neurônios bem como relacionar com o número de neurônios ER'alfa'+ da APO. Ratas nas diferentes fases do ciclo estral bem como ratas ovariectomizadas tratadas (OVE) ou não (OVX) com benzoato de estradiol foram perfundidas às 11:00, 14:00 e 16:00 h quando amostras de 1 mL de sangue foram retiradas do ventrículo cardíaco direito para dosagem de LH e estradiol plasmático por radioimunoensaio (RIE). Secções coronais do LC e da APO foram feitas em criostato; seis cortes da APO e oito do LC foram incubados com anti-ER'alfa' (AS-409, 1:10000) e o número de neurônios ER'alfa'+ foi contado. A omissão do anticorpo primário foi o controle negativo. As concentrações plasmáticas mais altas de estradiol foram observadas no proestro e no grupo OVE,quando o número de neurônios ER'alfa'+ da APO foram os menores. A ovariectomia induziu um aumento no número de neurônios ER'alfa'+ desta área, quando comparadas ao metaestro. As 16:00 h do proestro, estro e do grupo OVE houve um aumento no número de neurônios ER'alfa'+ da APO quando comparado com outros horários estudados dentro do mesmo grupo. No LC, às 14:00 e 16:00 h do estro e às 16:00 h do diestro foram observados os maiores números de ER'alfa'+ ) do ciclo estral. O número de neurônios E r'alfa'+ d o L C não variou nos diferentes horários estudados do grupo OVX, sendo similar àquele do grupo OVE às 11:00 h. Entretanto, no grupo OVE, houve um aumento no número de neurônios ER'alfa'+ às 14:00 e 16:00 h. Os dados demonstram que os neurônios da APO e do LC apresentam ER'alfa'+ cuja expressão varia em resposta às alterações das concentrações deste hormônio e sugerem que os ER'alfa'+ possam sinalizar o momento de deflagração destes picos que podem ocorrer independente de variações estrogênicas. Além disso, uma vez que o aumento no número de neurônios ER'alfa'+ do LC precede àquele que ocorre na APO, parece que o LC funciona como um sinalizador temporal primário para a gênese de picos hormonais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.02.2003

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      POLETINI, Maristela de Oliveira; ANSELMO-FRANCI, Janete Aparecida. Variação do número de neurônios imunorreativos ao receptor para estradiol do locus coeruleus e da área pré-óptica em ratas. 2003.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2003.
    • APA

      Poletini, M. de O., & Anselmo-Franci, J. A. (2003). Variação do número de neurônios imunorreativos ao receptor para estradiol do locus coeruleus e da área pré-óptica em ratas. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Poletini M de O, Anselmo-Franci JA. Variação do número de neurônios imunorreativos ao receptor para estradiol do locus coeruleus e da área pré-óptica em ratas. 2003 ;
    • Vancouver

      Poletini M de O, Anselmo-Franci JA. Variação do número de neurônios imunorreativos ao receptor para estradiol do locus coeruleus e da área pré-óptica em ratas. 2003 ;


Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2020