Exportar registro bibliográfico

Avaliação clínica e radiográfica de lesões periodontais intra-ósseas em humanos tratadas com "pool" de proteínas morfogenéticas bovinas e membrana de colágeno bovino (2003)

  • Autores:
  • Autor USP: GUIMARAES, MARIA DO CARMO MACHADO - FOB
  • Unidade: FOB
  • Sigla do Departamento: BAP
  • Assuntos: PERIODONTIA (LESÕES); PROTEÍNAS MORFOGENÉTICAS ÓSSEAS; COLÁGENO; BOVINOS
  • Idioma: Português
  • Resumo: Este estudo teve como objetivo avaliar a aplicação do "pool" de BMPs bovinas no tratamento de defeitos intra-ósseos. A amostra constou de quinze indivíduos com idade entre 26 e 57 anos, apresentando um par de defeitos intra-ósseos comparáveis, localizados no mesmo arco em dentes do mesmo tipo (pré-molares ou molares) e com perda de inserção (PI) 5mm. Em cada indivíduo, o defeito teste foi tratado com a associação "pool" de BMPs- carreador Hidroxiapatita reabsorvível (BMPs-HA), matriz orgânica bovina desmineralizada liofilizada (MO) e barreira de colágeno bovino, enquanto os defeitos controle foram tratados com MO-HA e barreira de colágeno. Na avaliação clínica aos seis meses após a medida inicial, o grupo teste apresentou variação de profundidade de sondagem (PS) de -1,63mm 1,141 na vestibular (V) e -1,93mm 0,961 na lingual (L) e variação do nível de inserção (NI) de -1,60mm 1,168 na V e -1,46mm 0,972 na L. O grupo controle apresentou variação de PS de -1,93mm 1,347 (V) e -2,0mm 1,511 (L) e variação de NI de -1,03mm 1,245 (V) e -1,30mm 1,114 (L). A análise de variância indicou que a variação de PS e NI foi significativa em ambos os grupos (p<0,05). Entretanto, de acordo com o teste t não houve diferença significativa entre os grupos quanto à variação PS e NI (p<0,05). A radiografia de subtração detectou mudança de densidade óssea de 0,034 0,423 no grupo teste e 0,105 0,423 no grupo controle, sendo as diferenças entre os grupos consideradas nãosignificativas (teste t p<0,005). A análise de correlação de Pearson indicou que não houve correlação entre mudança de densidade óssea e variação do NI e PS. Tais resultados levaram às seguintes conclusões: a aplicação do "pool" de BMPs não oferece benefícios adicionais ao tratamento de defeitos intra-ósseos. A não correlação entre mudança de densidade óssea e melhora dos parâmetros clínicos sugere a não ocorrência de regeneração periodontal propriamente dita, podendo ) esta melhora estar relacionada mais à qualidade de resposta dos tecidos moles
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.01.2003

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GUIMARÃES, Maria do Carmo Machado; PASSANEZI, Euloir. Avaliação clínica e radiográfica de lesões periodontais intra-ósseas em humanos tratadas com "pool" de proteínas morfogenéticas bovinas e membrana de colágeno bovino. 2003.Universidade de São Paulo, Bauru, 2003.
    • APA

      Guimarães, M. do C. M., & Passanezi, E. (2003). Avaliação clínica e radiográfica de lesões periodontais intra-ósseas em humanos tratadas com "pool" de proteínas morfogenéticas bovinas e membrana de colágeno bovino. Universidade de São Paulo, Bauru.
    • NLM

      Guimarães M do CM, Passanezi E. Avaliação clínica e radiográfica de lesões periodontais intra-ósseas em humanos tratadas com "pool" de proteínas morfogenéticas bovinas e membrana de colágeno bovino. 2003 ;
    • Vancouver

      Guimarães M do CM, Passanezi E. Avaliação clínica e radiográfica de lesões periodontais intra-ósseas em humanos tratadas com "pool" de proteínas morfogenéticas bovinas e membrana de colágeno bovino. 2003 ;


Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2020