Exportar registro bibliográfico

A natureza das fontes de raios-X detectadas em canis majoris R1 (2002)

  • Autores:
  • Autor USP: MARCIOTTO, EDSON ROBERTO - IAG
  • Unidade: IAG
  • Sigla do Departamento: AGA
  • Assunto: ASTROFÍSICA ESTELAR
  • Idioma: Português
  • Resumo: Neste trabalho é estudada a população estelar de uma nuvem molecular gigante Canis Majoris R1 (CMA R1) a partir da emissão de radiação-X provinda daquela região e detectada pelo satélite ROSAT. Os objetivos podem ser resumidos em dois: (i) estudar da natureza individual dos objetos e (ii) através de uma aproximação coletiva, estudar o comportamento da amostra frente às outras regiões de formação estelar. (RFEs). A amostra selecionada contém 61 fontes das quais 51 apresentam contrapartida em placa fotográfica POSS e tiveram a sua magnitude-R aparente estimada. Poucas informações sobre essas contrapartidas óticas foram encontradas na literatura. Dados no infravermelho próximo foram obtidos do 2MASS. Foi feito um estudo comparado de CMa R1 com outras RFEs tais como Monoceros R2, Rosette, Chamaeleon I e 'RO' Ophiuchi. As bases para a comparação são correlações entre luminosidade-X/magnitude-R absoluta, contagem-X/magnitude-J aparente, diagramas cor-cor e cor-magnitude para o infravermelho próximo. Espectros de baixa e média resolução foram obtidos para 17 candidatas no OPD e no ESO. A grande maioria delas apresenta a linha 'H.ALFA' em absorção e, em geral, os espectros são pobres em linhas de emissão. Foi feito também um mapa de extinção a partir da contagem de estrelas, para estudar a distribuição de poeira na nuvem, o qual também possibilitou a correção de avermelhamento nas magnitudes e cores das estrelas da amostra. Entre as 61 fontes ROSAT selecionadas, 13apresentam emissão-X com medida da razão sinal/ruído menor que 3,5 e eventualmente poderiam corresponder a uma emissão espúria. Neste caso, consideram-se apenas 48 fontes como sendo seguramente detectadas. Entre estas, apenas uma candidata foi considerada estrela de campo, enquanto que cerca 1/3 da amostra tem características de estrelas jovens massivas ou de massa intermediária (como as estrelas Herbig Ae/Be) e cerca de 2/3 correspoderia a estrelas ) pré-sequência principal de baixa massa (como as estrelas T Tauri) Uma discussão adicional é apresentada a respeito do processo de formação de estrelas em CMa R1 a partir da hipotése de uma onda de choque devida à explosão de supernova
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.11.2002

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARCIOTTO, Edson Roberto; GREGÓRIO-HETEM, Jane. A natureza das fontes de raios-X detectadas em canis majoris R1. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Marciotto, E. R., & Gregório-Hetem, J. (2002). A natureza das fontes de raios-X detectadas em canis majoris R1. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Marciotto ER, Gregório-Hetem J. A natureza das fontes de raios-X detectadas em canis majoris R1. 2002 ;
    • Vancouver

      Marciotto ER, Gregório-Hetem J. A natureza das fontes de raios-X detectadas em canis majoris R1. 2002 ;


Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021