Exportar registro bibliográfico

Estudo radiográfico da varabilidade do processo estilóide e ligamento estilo-hióideo na população de Cuiabá - Mato Grosso e região (2002)

  • Autores:
  • Autor USP: SCHLISCHKA, CARLOS RODOLFO - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: ROO
  • Assunto: OTORRINOLARINGOLOGIA
  • Idioma: Português
  • Resumo: Este estudo foi realizado com o objetivo de verificar o comprimento mediano do processo estilóide do osso temporal, além da incidência de variações anatômicas do processo e dos padrões de ossificação do ligamento estilo-hióideo numa população multi-racial como a brasileira em várias faixas etárias. Foi feita uma análise de seiscentas e trinta e sete radiografias panorâmicas de indivíduos sabidamente não portadores de sintomas relacionados às alterações do complexo estilóide-estilo-hióide (Síndrome de Eagle). Foi determinado o comprimento total do processo e variações do seu comprimento em 6 faixas etárias (10-20, 21-30, 31-40, 41-50, 51-60 e 61-70 anos), em relação ao sexo e lado do crânio. Foram anotados seis tipos de variações anatômicas do processo estilóide: nodulação, segmentação, curvo, articulado, alongado (acima de 4cm), além de ossificação parcial do ligamento estilo-hióideo. Não houve diferença significativa entre os comprimentos encontrados comparando-se os processos estilóides, direito e esquerdo, de ambos os sexos, na mesma faixa etária. Constatou-se um aumento estatisticamente significativo do comprimento médio do processo estilóide comparando-se as faixas etárias de 10-20 com 21-30. Não houve diferença significativa entre o tamanho mediano dos processos comparando-se as faixas etárias de 31-40 com as demais, havendo uma tendência à estabilização dos valores medianos e das médias em torno de 3cm a partir desta faixa etária. Houve umasignificativa diferença do comprimento do processo quando comparou-se a faixa de 10-20 com as subseqüentes. Não houveram diferenças significativas entre o comprimento médio dos processos estilóides detectados na população brasileira estudada e os achados descritos em trabalhos de autores estrangeiros. Em relação às variações anatômicas encontradas a porcentagem geral foi de 17,26% num total de mil duzentos e setenta e quatro complexos estilóide-estilo-hióides ) estudados; a porcentagem de variações por faixa etária foi de 16,20% (10-20 anos), 16,12% (21-30 anos), 15,18% (31-40 anos), 16,58% (41-50 anos), 28,30% (51-60 anos) e 23,75% (61-70 anos). As variações mais encontradas foram o alongamento do processo estilóide (comprimento acima de 4cm), 21,34% e sua segmentação, 11,03%
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.06.2002

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SCHLISCHKA, Carlos Rodolfo; GRELLET, Marcos. Estudo radiográfico da varabilidade do processo estilóide e ligamento estilo-hióideo na população de Cuiabá - Mato Grosso e região. 2002.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2002.
    • APA

      Schlischka, C. R., & Grellet, M. (2002). Estudo radiográfico da varabilidade do processo estilóide e ligamento estilo-hióideo na população de Cuiabá - Mato Grosso e região. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Schlischka CR, Grellet M. Estudo radiográfico da varabilidade do processo estilóide e ligamento estilo-hióideo na população de Cuiabá - Mato Grosso e região. 2002 ;
    • Vancouver

      Schlischka CR, Grellet M. Estudo radiográfico da varabilidade do processo estilóide e ligamento estilo-hióideo na população de Cuiabá - Mato Grosso e região. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021