Exportar registro bibliográfico

Instrumento para classificação de recém-nascidos de acordo com o grau de dependência (2002)

  • Autores:
  • Autor USP: BOCHEMBUZIO, LUCIANA - EE
  • Unidade: EE
  • Sigla do Departamento: ENO
  • Assuntos: ENFERMAGEM NEONATAL; ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM
  • Idioma: Português
  • Resumo: A enfermagem neonatal acompanha o processo de enfermagem e demonstra através de diagnósticos específicos como este processo se aplica ao recém-nascido e sua família. Enfatiza os cuidados que devem ser realizados pelos familiares e considera o papel que a cultura pode ter nas necessidades ou anseios de um paciente. A assistência de enfermagem neonatal deve basear-se num sistema que garanta cuidados contínuos e de complexidade crescente em relação proporcional ao nível de risco do neonato. A determinação do risco de cada paciente, em cada momento do processo assistencial, permite alocar recursos adequados às necessidades de forma eficiente. Desta maneira, para cada momento, desde o nascimento até a alta neonatal, devem ser definidas e planejadas as atividades assistenciais, considerando: o nível e a área de cuidado, os recursos humanos e as normas e procedimentos a serem utilizados. O presente estudo objetivou adequar e aperfeiçoar o instrumento para classificação de pacientes em unidade neonatal proposto por Toledo & Fugulin (2000) de acordo com as necessidades assistenciais de enfermagem e validaar o conteúdo deste instrumento com os juízes especialistas. Para compor o instrumento foram consideradas 16 áreas de cuidado: Termorregulação, Peso, Atividade Espontânea, Reação à Estímulos, Cor da Pele, Tonicidade, Nutrição e Hidrataçãop, Eliminações, Oxigenação, Integridade Cutâneo-Mucosa, Cuidado Corporal, Controle de Sinais Vitais, Controle de Sondas e Drenos, Controlede Catéteres, Terapêutica medicamentosa, Educação à Saúde. Cada uma destas áreas possui gradação de 1 a 3, apontando a intensidade crescente de complexidade assistencial. O neonato é classificado em todos os indicadores em um dos 3 níveis que melhor descreva sua situação. Para a validação do conteúdo foi aplicada a técnica Delphi em 2 fases. Participaram como juízes 5 profissionais da área de enfermagem obstétrica e neonatal que atuam junto a ) instituições assistenciais ou vinculados a Hospital-Escola. Os resultados obtidos mostraram concordância dos juízes quanto à: manutenção das 16 áreas de cuidado no instrumento; pertinência e clareza das áreas de cuidado e a existência de nível de complexidade assistencial crescente
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.10.2002

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BOCHEMBUZIO, Luciana; GAIDZINSKI, Raquel Rapone. Instrumento para classificação de recém-nascidos de acordo com o grau de dependência. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Bochembuzio, L., & Gaidzinski, R. R. (2002). Instrumento para classificação de recém-nascidos de acordo com o grau de dependência. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Bochembuzio L, Gaidzinski RR. Instrumento para classificação de recém-nascidos de acordo com o grau de dependência. 2002 ;
    • Vancouver

      Bochembuzio L, Gaidzinski RR. Instrumento para classificação de recém-nascidos de acordo com o grau de dependência. 2002 ;


Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2020